Navegando por Instituição: "Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)"

1454 RESULTADOS (1416 a 1435)
  • ALBUQUERQUE, Gabriel Isaac De
    15/May/2019
    Introdução: Sabe-se que agravos em saúde mental são uma das categorias de agravos mais importantes em nossa sociedade atual. Em paralelo, o uso irracional e indevido de medicamentos psicotrópicos pode piorar estes agravos. Sabe-se que, quando bem utilizados, os medicamentos são uma poderosa abordagem no tratamento, melhorando expressivamente a q...
  • CORREDERAS, Marlene Gonzalez
    15/May/2019
    Mundialmente utilizados para tratamento de ansiedade e insônia os Benzodiazepínicos são medicamentos psicotrópicos de prescrição e dispensação restrita. Os Benzodiazepínicos são uma classe de medicamentos que possuem um potencial de causar dependência conhecido. O tratamento não deve ultrapassar de dois a quatro meses, no entanto, sua utilização...
  • REYMONT, Yusmaidy Pérez
    15/May/2019
    Introdução: Psicofármacos são fármacos que interferem no comportamento, na consciência, no humor e na cognição, agindo no Sistema Nervoso Central. São utilizados no tratamento de psicopatologias, com maior frequência no tratamento da depressão, dos transtornos de ansiedade, do sono, transtornos mentais e deficiências físicas ou, ainda, para o tr...
  • Reibnitz Júnior, Calvino
    18/Dec/2013
    Este objeto inicia lembrando que quando o paciente procura um dentista por causa de dor, o problema já está em desenvolvimento, e dependendo de sua extensão procedimentos mais radicais são necessários. Comenta que é preciso realizar um bom diagnóstico, fazer o procedimento indicado à situação detectada e, se necessário, medicar o paciente. Segue...
  • Boing, Alexandra Crispim
    03/Jul/2012
    Ao longo das três unidades deste módulo, teremos um panorama do uso racional de medicamentos, a partir de sua definição, até sua compreensão como objetivo difícil de ser alcançado pelos profissionais da Saúde. Ademais, conheceremos as barreiras para o URM e as maneiras de enfrentá-las, e vimos como a prescrição e a dispensação de medicamentos s...
  • Reibnitz Júnior, Calvino
    21/Aug/2014
    Tópico 1 – Considerações gerais sobre doenças transmissíveis O tópico demonstra que o quadro de doenças transmissíveis (DT) será tanto mais grave, quanto piores forem as condições de vida da população e a qualidade dos serviços de saúde. Ressalta a importância se atualizar sobre o cenário de doenças transmissíveis no Brasil. Mostra a cadeia de ...
  • Reibnitz Júnior, Calvino
    21/Aug/2014
    Tópico 1 – Considerações gerais sobre doenças transmissíveis O tópico demonstra que o quadro de doenças transmissíveis (DT) será tanto mais grave, quanto piores forem as condições de vida da população e a qualidade dos serviços de saúde. Ressalta a importância se atualizar sobre o cenário de doenças transmissíveis no Brasil. Mostra a cadeia de ...
  • Verdi, Marta Inez Machado
    16/Aug/2012
    O objeto APS para quê? Destaca que algumas das vantagens da APS são: menor taxa de mortalidade pós-natal, melhor sobrevivência à meningite bacteriana, menores taxas de hospitalização por complicações pela diabetes, menores índices de gravidez na adolescência, maior cobertura vacinal, maior expectativa de vida e maior disponibilidade de tratament...
  • Silva, Alcides Milton da
    02/Jan/2014
    O objeto inicia postulando que alterações no meio ambiente interferem na saúde humana e contribuem para a elevação dos custos no tratamento de doenças previsíveis além de que os impactos causados ao ambiente pelas atividades humanas aumentam os riscos de doenças. Mostra então que, visando resolver isto, foi criado Sistema Nacional de Vigilância ...
  • Silva, Alcides Milton da
    19/Dec/2013
    Este objeto inicia definindo o modelo de atenção da Vigilância em Saúde como um conjunto de medidas capaz de diminuir, eliminar ou prevenir riscos à saúde, intervindo nos fatores condicionantes da saúde da população, além de entender vigilância, não como a mera coleta e análise das informações, mas a responsabilidade de organizar as bases técnic...
  • Silva, Alcides Milton da
    13/Jun/2012
    Este módulo pretende instrumentalizar o grupo para desenvolver ações planejadas e programadas a partir da notificação de doenças e agravos, visando o aprimoramento da assistência na atenção básica de saúde. Para isto, contaremos com quatro unidades que abordarão os temas necessários para alcançar nossos objetivos.
  • Silva, Alcides Milton da
    07/May/2013
    O vídeo sobre Vigilância em Saúde aborda as seguinte questões: a vigilância como instrumento de saúde pública; a Vigilância Epidemiológica na prática dos serviços de saúde e noções básicas de Vigilância Sanitária e Vigilância Ambiental. Vídeo 1 do módulo 16 que compõe o Curso de Especialização em Saúde da Família.
  • Njaine, Kathie
    04/Aug/2015
    Apresenta os diversos aspectos da violência contra LGBT, mostrando a definição das múltiplas identidades de gênero e orientações sexuais, questionando o modelo heterossexual hegemônico, que ainda as considera um desvio da norma, gerando discriminação e violência, física e simbólica, ainda pouco evidenciada e muito camuflada. Aponta a necessidade...
  • Coelho, Elza Berger Salema
    19/Dec/2013
    Este objeto inicia apontando que somente a partir da resolução WHA 49.25, promulgada em 1996 pela Assembleia Mundial de Saúde é que a violência deixou de ser vista como um fenômeno social e passou a ser determinada como um problema de saúde pública. Mostra então um quadro com quatro pontos importantes sobre violência contra o idoso e lembra aind...
  • Santos, Evanguelia Kotzias Atherino dos
    18/Dec/2013
    Este objeto considera já de início de que a violência é um fator relevante de vulnerabilidade a que se encontra exposto o idoso, e que também denominada de “maus-tratos”, precisa ser vista sob três parâmetros: demográfico, sócio-antropológico e epidemiológico. A seguir, define a violência contra esse grupo etário como “o ato (único ou repetido) ...