FICHA TÉCNICA DO RECURSO

Gravidez na adolescência: influências biológicas e sociais observadas em adolescentes atendidas em uma unidade da Regional V de Fortaleza-CE
"Introdução: A gravidez em qualquer idade constitui uma ocorrência biopsicossocial importante, sendo essa muito marcante no período da adolescência, momento frágil da vida, podendo levar a situações prejudiciais para a jovem gestante e também ao concepto além que mudanças importantes no futuro da jovem mãe. Tal evento pode gerar desarranjos familiares e alterações na dinâmica de vida da gestante, que necessita assumir precocemente um papel para qual ainda não está totalmente preparada. Metodologia: Trata-se de estudo exploratório, transversal e descritivo que tem como objetivo analisar as mudanças sociais e familiares que ocorrem ao longo da gestação em adolescentes atendidas em sua consulta pré-natal na Unidade de Atenção Primaria (UAPS) José Paracampos da Regional V de Fortaleza-CE para proposição de intervenção no grupo. A População alvo se constitui pelas gestantes pertencentes à área de abrangência 575 da UAPS, sendo a amostra constituída por 13 gestantes adolescentes que aceitaram participar da pesquisa após esclarecimento livre e esclarecido. Foram avaliadas as consequências sócio econômicas e familiares da opulação estudada, assim como o impacto da gestação na família da adolescente. Resultados: Os resultados da pesquisa mostram que as relações sexuais em adolescentes têm caráter não planejado e que 69% de suas mães também foram gestantes no mesmo período. O abandono das atividades escolares ocorreu em 61,5% dos casos, fato que também atingiu o pai do nascituro. Trinta e oito por cento das gestantes permaneceu na casa dos pais, mas com condições familiares não favoráveis para a criação e educação do concepto. Conclusão: Conclui-se, concordante a literatura, que a gravidez na adolescência atinge não só a gestante, mas o pai da criança e seus familiares, devendo tal problemática ser abordada pela equipe de saúde objetivando sua prevenção e captação precoce para redução dos agravos biopsicossociais que possam advir de tal evento. "
https://ares.unasus.gov.br/acervo/handle/ARES/11279
04/Dec/2018

  • FENÔMENOS E PROCESSOS (G)
  • Fenômenos Fisiológicos Reprodutivos e Urinários (G08)
  • Fenômenos Reprodutivos Fisiológicos (G08.686)
  • Reprodução (G08.686.784)
  • Gravidez (G08.686.784.769)
  • SAÚDE PÚBLICA (SP)
  • Atenção à Saúde (SP2)
  • Saúde de Grupos Específicos (SP2.006)
  • Saúde do Adolescente (SP2.006.037)

  • SAÚDE PÚBLICA (SP)
  • Políticas, Planejamento e Administração em Saúde (SP1)
  • Políticas Públicas de Saúde (SP1.001)
  • Estratégias (SP1.001.007)
  • Estratégias Nacionais (SP1.001.007.023)
  • SAÚDE PÚBLICA (SP)
  • Atenção à Saúde (SP2)
  • Saúde de Grupos Específicos (SP2.006)
  • Saúde da Família (SP2.006.052)

  • ANTROPOLOGIA, EDUCAÇÃO, SOCIOLOGIA E FENÔMENOS SOCIAIS (I)
  • Educação (I02)
  • Educação não Profissionalizante (I02.233)
  • ASSISTÊNCIA À SAÚDE (N)
  • Instituições de Saúde, Recursos Humanos e Serviços (N02)
  • Serviços de Saúde (N02.421)
  • Serviços Preventivos de Saúde (N02.421.726)
  • SAÚDE PÚBLICA (SP)
  • Atenção à Saúde (SP2)
  • Promoção da Saúde (SP2.021)
  • SAÚDE PÚBLICA (SP)
  • Desastres (SP8)
  • Administração de Desastres (SP8.946)
  • Educação em Desastres (SP8.946.234)