FICHA TÉCNICA DO RECURSO

Plano de intervenção sobre alimentação complementar para capacitação de mães de crianças menores de dois anos atendidas em uma UBSF de Monsenhor Tabosa - CE
A introdução de alimentos deve ser feita em tempo oportuno, em quantidade e qualidade adequadas a cada fase do desenvolvimento infantil, pois esse é o momento em que os primeiros hábitos são adquiridos e formados e a correta inserção dos alimentos tem o papel de promoção à saúde e a hábitos de vida saudáveis, além de proteger a criança de deficiências de micronutrientes e doenças crônicas na idade adulta. Neste sentido, o conhecimento das mães sobre como e quando deve ser iniciada a alimentação complementar é relevante para um melhor desenvolvimento e crescimento infantil. O objetivo desse trabalho é propor um plano de intervenção para capacitar as mães de crianças menores de dois anos de idade sobre a alimentação complementar. A intervenção será realizada com as mães que possuem crianças menores de dois anos e que são atendidas na Unidade Básica de Saúde Jucás- CE. As ações contarão com a participação da Equipe de Estratégia Saúde da Família (ESF), os quais irão desenvolver oficinas semanais durante cinco semanas (com duração de 30 minutos cada) sobre alimentação complementar, posteriormente será aplicado um questionário para avaliar o conhecimento das mães sobre temática discutida. A intervenção ocorrerá em quatro etapas: i) reunião com a equipe; ii) convite às mães; iii) realização das oficinas; iv) avaliação da intervenção. Espera-se o aumento do conhecimento das mães de crianças menores de dois anos sobre alimentação complementar e uma consequente melhora do estado nutricional das crianças menores de dois anos.
https://ares.unasus.gov.br/acervo/handle/ARES/11402
04/Dec/2018
  • Saúde da Criança
  • Alimentação
  • Lactente