FICHA TÉCNICA DO RECURSO

Abordagem sobre renovação automática de receitas para medicamentos de uso contínuo em pacientes da Equipe de Saúde da Família Irineu Kienen, no município de Indaial, Santa Catarina
Introdução: O hábito popular de solicitar renovação de receitas sem reavaliação clínica é frequente na atenção básica do município de Indaial-SC. Medidas educativas são fundamentais, mas ineficazes se não forem coerentes com a concepção de que os medicamentos contêm riscos e não devem estar disponíveis para qualquer uso e/ou de qualquer forma. Se o medicamento está sendo utilizado além ou aquém de sua finalidade terapêutica, de forma abusiva ou indevida, a sociedade, os médicos, e todo o sistema de saúde devem encontrar formas adequadas para controle. Objetivo: Propor estratégias de intervenções para a melhoria do problema de renovação automática de receitas médicas dos pacientes atendidos na Equipe de Saúde da Família Irineu Kienen, no município de Indaial- SC. Metodologia: Serão realizadas reuniões em grupos com os pacientes que mais utilizam medicamentos controlados (Grupos Hiperdia e de saúde mental). Também serão realizadas visitas domiciliares aos acamados e com incapacidades visando a reavaliação clínica, prévia à emissão da receita medicamentosa. A renovação de receitas sem consultas, em caráter excepcional, poderá ser realizada desde que com agendamento de consulta em no máximo sete dias. Nas reuniões em grupo será enfatizada a importância de acompanhamento frequente e cuidadoso das doenças que requerem uso de medicação contínua e serão entregues as receitas aos pacientes para até quatro meses, sendo agendadas as datas da próxima atividade em grupo. Os pacientes com queixas sobre a medicação ou que desejem trocá-la serão encaminhados ao consultório para consulta individualizada. Resultados esperados: Espera-se que após a realização do plano de intervenção seja possível garantir melhor assistência medicamentosa aos pacientes dos grupos Hiperdia e de saúde mental. Desse modo, objetiva- se a criação de maior vínculo com os pacientes, aumentando seus conhecimentos sobre o uso correto dos medicamentos, diminuindo a iatrogenia e suas complicações, tanto para o médico quanto para o próprio paciente.
https://ares.unasus.gov.br/acervo/handle/ARES/12992
15/May/2019