FICHA TÉCNICA DO RECURSO

Segunda Opinião Formativa: qual o tratamento de pitiríase versicolor?
O tratamento tópico é o tratamento de primeira escolha. A opções são: antifúngicos azólicos tópicos (cremes, loções, sprays): miconazol, cetoconazol, clotrimazol, oxiconazol: aplicar 1 a 2 vezes ao dia, por 1 a 4 semanas; ou cetoconazol 2% xampu: deixar em contato com a pele por 5 a 10 minutos, 1 vez ao dia, por 1 a 4 semanas. O tratamento oral é utilizado para casos extensos, recorrentes ou refratários ao tratamento tópico: fluconazol 300 mg, 1 vez por semana, por 2 a 4 semanas; ou itraconazol 200 mg, 1 vez ao dia, por 5 a 7 dias.

  • DOENÇAS (C )
  • Infecções (C01 )
  • Infecções Bacterianas e Micoses (C01.150 )
  • Micoses (C01.150.703 )
  • Dermatomicoses (C01.150.703.302 )
  • DOENÇAS (C )
  • Infecções (C01 )
  • Dermatopatias Infecciosas (C01.800 )
  • Dermatomicoses (C01.800.200 )
  • DOENÇAS (C )
  • Doenças da Pele e do Tecido Conjuntivo (C17 )
  • Dermatopatias (C17.800 )
  • Dermatopatias Infecciosas (C17.800.838 )
  • Dermatomicoses (C17.800.838.208 )

  • DOENÇAS (C )
  • Doenças da Pele e do Tecido Conjuntivo (C17 )
  • Dermatopatias (C17.800 )
  • Dermatopatias Papuloescamosas (C17.800.859 )
https://ares.unasus.gov.br/acervo/handle/ARES/13673
24/Jul/2019