FICHA TÉCNICA DO RECURSO

ADESÃO DOS USUÁRIOS COM DIABETES MELLITUS DA ZONA RURAL AO PLANO ALIMENTAR
Objetivos: Divulgar a importância da adesão ao plano alimentar aos usuários da zona rural com Diabetes Mellitus Tipo 2 pertencentes a Estratégia Saúde da Família divulgando os resultados do acompanhamento clínico e laboratorial dos aderentes ao plano alimentar adequado no tratamento da doença. Método e Casuística: Projeto de Intervenção, realizado com 10 pessoas com Diabetes Mellitus Tipo 2, pertencentes a Estratégia Saúde da Família 2 (zona rural), da Unidade Básica de Saúde Joaquim Pontes, do município de Taquarussu, estado de Mato Grosso do Sul. A seleção dos 10 participantes foi realizada por meio de visita domiciliar e aplicação de uma entrevista sobre adesão ao plano alimentar para diabético. e revisão de prontuário para análise clínica. Após foram realizadas ações educativas, avaliações clínicas e laboratoriais pela equipe multidisciplinar de saúde. Resultados: A equipe considerou o tema adesão ao plano alimentar aos diabéticos na zona rural relevante, pois a clientela consome alimentos hipercalóricos em grande quantidade. Todos os 10 participantes foram avaliados clinicamente (médico, enfermeiro, nutricionista, fisioterapeuta) e laboratorialmente em dois momentos (setembro/2018 e março/2019) e as ações educativas foram realizadas em encontro presencial, visitas domiciliares e nas avaliações clínicas. Dos 10 participantes, apenas dois fizeram adesão satisfatória ao plano alimentar, sendo que uma reduziu 15 kg de peso em quatro meses e outra 20 kg em seis meses, havendo também redução do perfil lipídico e da hemoglobina glicada. O resultado de apenas dois serem aderentes ao plano alimentar é similar com dados da literatura, que afirma uma baixa adesão ao tratamento não medicamentoso do Diabetes Mellitus. Este projeto de intervenção, destacou a importância da implantação do projeto terapêutico singular para casos não aderentes, sendo uma forma de colaborar com a promoção da saúde, por meio da informação e prevenção de complicações da doença e acompanhamento da adesão ao tratamento e a necessidade de se manter ações multidisciplinares para reeducação alimentar.

  • DOENÇAS (C )
  • Condições Patológicas, Sinais e Sintomas (C23 )
  • Processos Patológicos (C23.550 )
  • Atributos de Doença (C23.550.291 )
  • HOMEOPATIA (HP )
  • Homeopatia (HP1 )
  • Filosofia Homeopática (HP1.007 )
  • Pacientes (HP1.007.262 )
  • Doença (HP1.007.262.808 )
  • HOMEOPATIA (HP )
  • Clínica Homeopática (HP2 )
  • Doença (HP2.029 )
  • HOMEOPATIA (HP )
  • Terapêutica Homeopática (HP3 )

  • ANTROPOLOGIA, EDUCAÇÃO, SOCIOLOGIA E FENÔMENOS SOCIAIS (I )
  • Educação (I02 )
  • Educação não Profissionalizante (I02.233 )
  • ASSISTÊNCIA À SAÚDE (N )
  • Instituições de Saúde, Recursos Humanos e Serviços (N02 )
  • Serviços de Saúde (N02.421 )
  • Serviços Preventivos de Saúde (N02.421.726 )
  • SAÚDE PÚBLICA (SP )
  • Atenção à Saúde (SP2 )
  • Promoção da Saúde (SP2.021 )
  • SAÚDE PÚBLICA (SP )
  • Desastres (SP8 )
  • Administração de Desastres (SP8.946 )
  • Educação em Desastres (SP8.946.234 )

  • PSIQUIATRIA E PSICOLOGIA (F )
  • Comportamento e Mecanismos Comportamentais (F01 )
  • Psicologia Social (F01.829 )
  • Estilo de Vida (F01.829.458 )
Leitura, impressão e download, para fins não comerciais
https://ares.unasus.gov.br/acervo/handle/ARES/13775
03/Sep/2019