FICHA TÉCNICA DO RECURSO

Ações da clínica e do cuidado nas principais queixas e agravos ginecológicos para médico
Tópico 1 - Ações da clínica e do cuidado nas principais queixas e agravos ginecológicos O tópico propõe que a saúde da mulher seja vista de forma ampla, considerando aspectos biológicos, variáveis conforme condições sociais, regionais, laborais, faixa etária, ciclo de vida contexto familiar, de modo que ESFs possam atender especificidades, garantindo integralidade e humanização do atendimento e escuta qualificada na construção de novos projetos terapêuticos voltados para problemas específicos e queixas inespecíficas, melhorando a qualidade de vida. Trata da importância da prevenção e detecção do câncer ginecológico, da identificação dos papeis da equipe multiprofissional no reconhecimento e enfrentamento das queixas, no conhecimento e implementação de medidas de busca ativa da prevenção e detecção precoce do câncer ginecológico e no reconhecimento e viabilidade do sistema para a identificação de queixas associadas à violência. Tópico 2- O papel da equipe multiprofissional face aos principais motivos para consultas e as queixas ginecológicas mais comuns O tópico propõe que, mesmo quando a mulher procura a ESF apenas referindo queixas ginecológicas, esse momento é oportuno para uma avaliação mais abrangente de suas condições de saúde. No que concerne às queixas de agravos ginecológicos, todavia ressalta que é importante analisar causas, sinais e sintomas relativos a: alterações no ciclo menstrual, sangramento anormal, sangramento uterino disfuncional, ovulação e anovulação, dismenorreia, síndrome pré-mestrual secreção vaginal e prurido vulvar. Tópico 3 – Tipos de cânceres ginecológicos mais frequentes O tópico informa que o câncer de mama e o câncer uterino são os que mais matam mulheres no país e que apenas metade das mulheres realizam pelo menos um exame de colo uterino durante a vida e apenas 1/3 realizam uma mamografia. Apresenta os diferentes tipos de câncer de mama, as recomendações do MS sobre as principais estratégias de rastreamento, como a mamografia conforme faixa etária e exames clínicos, em todas as mulheres. Apresenta as características do câncer de colo uterino, exames de avaliação, taxas de incidência por faixa etária, causas e barreiras que ESFs devem considerar e superar por meio de programas e políticas de prevenção. Conteúdo Online do módulo de Atenção integral à saúde da mulher: Ações da clínica e do cuidado nas principais queixas e agravos ginecológicos para médico. Unidade 4 do módulo 12 para dentista que compõe o Curso de Especialização Multiprofissional em Saúde da Família.
https://ares.unasus.gov.br/acervo/handle/ARES/1408
21/Aug/2014
2012

  • ASSISTÊNCIA À SAÚDE (N)
  • Características da População (N01)
  • Saúde (N01.400)
  • SAÚDE PÚBLICA (SP)
  • Atenção à Saúde (SP2)
  • Saúde de Grupos Específicos (SP2.006)