FICHA TÉCNICA DO RECURSO

Plano de intervenção para orientação nutricional dos pacientes diabéticos no município de Japaratinga/AL
Japaratinga é um município situado no litoral norte de AL, de pequeno porte e com índices sociais inferiores às médias estaduais e nacionais. (IBGE, 2010). O posto de saúde da família I (PSF I) no qual o projeto será realizado está localizado junto ao Centro de Saúde de Japaratinga. Na comunidade assistida pela equipe, alguns desafios apresentam-se mais aparentes, tais como o controle dos pacientes com doenças crônicas, a inclusão destes nos programas específicos, a acessibilidade à unidade e a própria situação social dificultam assim, o funcionamento adequado da estratégia. No referente às doenças crônicas, a diabetes melitus (DM) é um agravo prevalente e com grande impacto social devido às graves complicações (WILD, 2004). Prevenir ou retardar as complicações do DM está diretamente relacionado à adesão ao tratamento. O conhecimento adequado da doença perfaz-se em ponto chave na adesão ao tratamento medicamentoso e ao processo de mudança de hábito. O termo educação, no ideário leigo, é bastante abstrato e muito confuso. No âmbito da saúde, tal termo adquire um conceito proposto por Candeias (1997, p. 31) que "quaisquer combinações de experiências de aprendizagem delineadas com vistas a facilitar ações voluntárias conducentes à saúde". Aliado a este conceito, tem-se uma nova visão do paciente como usuário pró-ativo nas decisões inerentes à sua qualidade de vida. Em vista disso, esse projeto surge com objetivo de elaborar proposta de intervenção para proporcionar melhor conhecimento do paciente diabético sobre sua doença priorizando os aspectos nutricionais. Para tanto, pretendemos melhorar a qualificação da equipe e o atendimento ao paciente diabético a fim de aumentar o autoconhecimento de sua situação e a adesão à dieta. Em nossa unidade temos nós críticos que se solucionados são capazes de impactar o problema principal e efetivamente transformá-lo, como os ACS sem preparo adequado para orientar os pacientes diabéticos; ausência de nutricionista no município e a baixa adesão à dieta por parte dos pacientes. Por meio de um projeto de intervenção, percebem-se as reais condições para a realização de uma mudança viável
F01.058.577::Orientação
C18.452.394.750::Diabetes mellitus
SP4.001.002.033::Nutrição em saúde pública
https://ares.unasus.gov.br/acervo/static/files/Termos de uso do ARES.pdf
https://ares.unasus.gov.br/acervo/handle/ARES/14254
11/Dec/2019