FICHA TÉCNICA DO RECURSO

Abordagem do alcoolismo em duas comunidades da zona rural em um município no interior de Minas Gerais
INTRODUÇÃO: A Unidade Básica de Saúde (UBS) Antônia Ferreira dos Santos foi fundada em julho de 2007 na comunidade de São Brás de Minas e abrange também a localidade do Retiro da Roça. É composta por quinze profissionais e possui cobertura de uma área com 850 famílias e 2.068 pessoas. O alcoolismo é um problema de saúde pública que demanda atenção e alternativas de enfretamento. Tais comunidades estão localizadas na zona rural e oferecem poucas alternativas de entretenimento. A opção do encontro fica restrita, portanto, às mesas de bar que são frequentes na área rural. Conforme afirmam DIEHL et al (2011) o consumo de álcool não está isento de riscos e pode ser associado a vários problemas. É importante ter clara a diferenciação dos conceitos de dependência, beber de baixo risco, beber em binge e intoxicações aguda e patológica, os quais serão abordados no presente trabalho. JUSTIFICATIVA: Esse projeto se justifica pela distribuição considerável de indivíduos usuários crônicos de álcool nas comunidades do Retiro da Roça e São Brás de Minas, pertencentes ao município de Lagamar. Além da distribuição relevante, faltam políticas de abordagem e discussão sobre o tema, assim como projetos de prevenção e tratamento do uso abusivo do álcool. OBJETIVOS: O objetivo geral é propor alternativa de intervenção de promoção à saúde, diagnóstico, tratamento e prevenção do alcoolismo nas comunidades mencionadas. Os objetivos específicos se resumem a abordar o abuso crônico de álcool por meio de revisão de literatura; capacitar a equipe na detecção e abordagem precoce do alcoolismo na população das comunidades de abrangência; empoderar a comunidade e equipe de saberes acerca do alcoolismo; identificar os pacientes dependentes de álcool na comunidade de abrangência, dentre outros. MÉTODOS: Para atingir os objetivos anteriormente propostos serão utilizados a metodologia do Planejamento Estratégico em Saúde, será aprofundada revisão bibliográfica acerca do tema; realizar-se-ão reuniões com a equipe para discussão do tema do alcoolismo a fim de estabelecer um cronograma com os principais assuntos a serem abordados em palestras educativas com o público-alvo, agenda de atendimento e fluxograma de encaminhamentos. PLANO DE INTERVENÇÂO: As intervenções propostas foram estabelecidas a partir de três Nós Críticos. A partir disso, foram delimitadas Operações. Os resultados esperados se referem a um nível de adesão bom pela população alcoolista. CONCLUSÃO: Conclui-se que o alcoolismo se configura em um dos maiores problemas de saúde pública do Brasil, ficando claras a importância e efetividade da intervenção breve na rotina da Atenção Primária, a qual é considerada o primeiro acesso, isto é, a "porta de entrada" no Sistema Único de Saúde (SUS).
https://ares.unasus.gov.br/acervo/handle/ARES/14282
11/Dec/2019
C25.775.100.250::Alcoolismo