FICHA TÉCNICA DO RECURSO

Projeto de intervenção para aumentar adesão ao exame papanicolau na Estratégia de Saúde da Família do município de Conceição de Ipanema, Minas Gerais
O presente trabalho visa elaborar um projeto de intervenção para aumentar a adesão, das mulheres sexualmente ativas na faixa etária de 25 a 64 anos, ao exame Papanicolau na Estratégia da Saúde da Família Café com Leite, no município de Conceição de Ipanema, Minas Gerais. Dentre as neoplasias que afetam o sexo feminino, o câncer de colo do útero é o terceiro tumor mais frequente, atrás do câncer de mama e do colorretal, e ocupa o quarto lugar do total de mortes de mulheres por câncer no Brasil. Em relação às ações de prevenção ao câncer de colo uterino na atenção primária, dois níveis são estabelecidos: prevenção primária realizada através do uso de preservativos durante a relação sexual o que evita a transmissão do vírus papiloma humano (HPV) e a prevenção secundária que é realizada por meio do exame Papanicolau (exame preventivo ou citológico). Ofertado pelo sistema público de saúde o exame Papanicolau é capaz de identificar lesões pré-cancerosas que, se tratadas precocemente, diminuem a incidência de carcinoma invasor e, consequentemente, a mortalidade pelo câncer de colo uterino. A metodologia utilizada foi a preconizada no Planejamento Estratégico Situacional (PES). Inicialmente foi realizado o diagnóstico situacional utilizando o método da estimativa rápida. Diante de um grande número de problemas foi necessário priorizá-los. A partir dessas duas etapas o trabalho foi desenvolvido percorrendo os próximos passos preconizados pelo Planejamento Estratégico Situacional. Essas etapas se relacionam com os nós críticos e possibilitam a intervenção direcionada e efetiva para a resolução do problema. Foram realizadas revisões bibliográficas utilizando as bases de dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) na Secretaria de Planejamento-Minas Gerais e na Biblioteca Virtual do Núcleo de Educação em Saúde Coletiva (NESCON). Para consulta na literatura os sites de busca: Scientific Electronic Library Online (Scielo), Literatura Latinoamericana e do Caribe em Ciências da Saúde (LILACS). A partir da estimativa rápida a equipe de saúde concluiu que a baixa adesão ao exame Papanicolau deveria ser revertida imediatamente, por ser um problema de saúde pública e que por meio de ações de promoção da saúde, com detecção precoce e tratamento adequado poderá diminuir a morbimortalidade causada pelo câncer de colo uterino. Dessa forma, diversas ações foram propostas para o enfrentamento dessa enfermidade por meio de projetos desenvolvidos pela equipe como: Saber+; + Saúde; Cuidar Melhor e Linha de Cuidado. Com essas ações, a equipe de saúde visa aumentar a aderência das mulheres ao exame Papanicolau, adotando-o como exame de rotina anual, pois este é o principal método para prevenção do câncer de colo uterino
https://ares.unasus.gov.br/acervo/handle/ARES/14445
11/Dec/2019
  • SP2.006.052.068::Estratégia Saúde da Família
  • N04.590.233.727::Atenção Primária à Saúde
  • C04.588.945.418.948.850::Câncer de colo uterino
  • E01.370.225.500.384.100.422::Exame Papanicolau
  • B04.280.210.655::Papillomaviridae