FICHA TÉCNICA DO RECURSO

ESTRATÉGIAS PARA REDUÇÃO DA DOR LOMBAR EM MULHERES DONAS DE CASA ASSISTIDAS PELA ESTRATÉGIA SAÚDE DA FAMÍLIA (ESF)
A dor lombar é considerada um dos mais frequentes distúrbios musculoesqueléticos e está associada a altos gastos na saúde pública. No Brasil, estudos têm indicado elevada ocorrência de dor lombar na população adulta (63%), com predominância no sexo feminino e a maioria destes distúrbios são de origem idiopática, estando atrelada principalmente a fatores como hábitos de vida e atividades ocupacionais. Vários estudos já foram realizados sobre os métodos de tratamento que auxiliam na melhora da qualidade de vida, incapacidade e autonomia de pessoas que sofrem com dor lombar crônica. Objetivo: Implantar protocolo de assistência terapêutica em mulheres donas de casa com lombalgia atendidas na UBS Manoel Soares da Silva. Conclusão: Espera-se com a implantação deste projeto de intervenção, diminuir as filas no consultório médico de mulheres com queixa de dor lombar, a fim de melhorar a qualidade de vida, devolvendo a capacidade de realizar as atividades de vida diária, além de conscientiza-las sobre as possíveis causas e fatores de risco da lombalgia, e importância de realizar atividade física para a prevenção e melhora do quadro.
https://ares.unasus.gov.br/acervo/handle/ARES/14633
04/Jan/2020
  • Dor Lombar