FICHA TÉCNICA DO RECURSO

SAÚDE MENTAL E ATENÇÃO BÁSICA: APOIO MATRICIAL COMO PRINCÍPIO DA INTEGRALIDADE EM SAÚDE
A proposta do apoio matriciamento surge como nova ação integradora, a construção e a efetivação da Rede de Saúde Mental integrada à Estratégia Saúde da Família mostra-se como um novo desafio para a reforma psiquiátrica Brasileira. Este trabalho busca discutir a proposta do Matriciamento, como um princípio da integralidade do cuidado em Saúde Mental, evidenciando-o como recurso necessário para a afirmação do trabalho em Saúde Mental e da sua necessidade de articulação com a Atenção Básica, tendo como objeto de intervenção; a promoção e a articulação do Centro de Atenção Psicossocial com as Unidades Básicas de Saúde, consistindo no Apoio Matricial, que incide no suporte à identificação, ao tratamento, e proposta de solução dos agravos de saúde e de saúde mental, o apoio matricial visa efetiva a co-responsabilidade entre a equipe de saúde mental e as equipes da Atenção Básica, propondo cuidado integral e assistência multiprofissional e interdisciplinar, considerando a Atenção Básica como nível primário em saúde, empregando assim, as diretrizes da Rede de Atenção à saúde – RAS e da Rede de Atenção Psicossocial – RAPS.

  • PSIQUIATRIA E PSICOLOGIA (F )
  • Fenômenos Psicológicos (F02 )
  • ASSISTÊNCIA À SAÚDE (N )
  • Características da População (N01 )
  • Saúde (N01.400 )
  • SAÚDE PÚBLICA (SP )
  • Atenção à Saúde (SP2 )
  • Saúde de Grupos Específicos (SP2.006 )
https://ares.unasus.gov.br/acervo/handle/ARES/14771
25/Feb/2020