FICHA TÉCNICA DO RECURSO

RESSIGNIFICANDO PRÁTICAS DE CUIDADO EM GRUPOS PARA HIPERTENSOS E DIABÉTICOS EM UMA EQUIPE DA ESF DE CARNAUBAL/CE
A Hipertensão arterial ou pressão alta, como é popularmente conhecida, é uma situação clínica causada por múltiplos fatores. Tem como característica principal o aumento contínuo dos níveis pressóricos ≥ 140 e/ou 90 mmHg. Comumente se agrega a distúrbios metabólicos, modificações funcionais e/ou estruturais de órgãos-alvo, sendo acentuada pela aparência de outras condições de risco, como dislipidemia, excesso de gordura abdominal, intolerância à glicose e diabetes melito. A educação em saúde tem sido compreendida como repasse de conhecimentos e orientações, vislumbrando ao equilíbrio da HAS e das condições de risco, tanto no manejo clínico individual como nas reuniões grupais. Nesse sentido, o conhecimento adequado associado ao esforço do paciente (sua constância, desejo e aderência) procederia em hábitos adequados contínuos. Diante do diagnóstico de saúde do município, verifica-se a necessidade de intervir no território afim de minimizar agravos relacionados a HAS e DM. O objetivo do presente estudo é reformular práticas de cuidado em saúde em grupo para hipertensos e diabéticos em uma equipe da Estratégia Saúde da Família de Carnaubal/CE. Espera-se realizar um plano de ação/intervenção, identificar fatores que interferem na efetivação do cuidado e incentivar os profissionais da ESF a participarem dos grupos juntamente com a equipe do NASF.
https://ares.unasus.gov.br/acervo/handle/ARES/14836
15/Mar/2020
  • Atenção Primária à Saúde
  • Hipertensão