FICHA TÉCNICA DO RECURSO

IMPLEMENTAÇÃO DE ESTRATÉGIAS PARA A PREVENÇÃO DA TRANSMISSÃO DA HANSENÍASE
A hanseníase é uma doença infectocontagiosa de transmissão direta, com alto poder limitante, que se tratada precocemente tem baixo impacto mórbido na vida do paciente. A estratégia utilizada para prevenir sua transmissão foi a educação em saúde, pelo seu poder de modificar a visão e pensamento da população em geral. A proposta visa a capacitação de todos os profissionais da Unidade Básica de Saúde e a realização de ações especificas: nas escolas através do Programa Saúde na Escola, englobando todos os turnos; nos grupos de idosos, hipertensos, diabéticos, obesos, gestantes, tendo em vista a presença de uma grande concentração de pessoas; As visitas dos agentes comunitários de saúde e dos agentes comunitários de endemias, caracterizam-se por outra proposta altamente efetiva, devido à realização de visitas periódicas as famílias do município. A avaliação da efetividade das ações se dá através de registro via relatório e através de registro fotográfico, ao final das ações planejadas, deverá ser realizado a análise de cobertura de todos os pontos propostos, bem como, analise de registro, em livro de ata, de indivíduos que procuraram a Unidade Básica de Saúde, com a finalidade de avaliar manchas suspeitas para hanseníase.
https://ares.unasus.gov.br/acervo/handle/ARES/15415
27/Jun/2020

  • DOENÇAS (C)
  • Infecções (C01)
  • Infecções Bacterianas e Micoses (C01.150)
  • Infecções Bacterianas (C01.150.252)
  • Infecções por Bactérias Gram-Positivas (C01.150.252.410)
  • Infecções por Actinomycetales (C01.150.252.410.040)
  • Infecções por Mycobacterium (C01.150.252.410.040.552)
  • Infecções por Mycobacterium não Tuberculosas (C01.150.252.410.040.552.475)
  • SAÚDE PÚBLICA (SP)
  • Saúde Ambiental (SP4)
  • Transtornos de Origem Ambiental (SP4.012)
  • Doenças Transmissíveis (SP4.012.148)

  • SAÚDE PÚBLICA (SP)
  • Atenção à Saúde (SP2)