FICHA TÉCNICA DO RECURSO

A EQUIPE SAÚDE DA FAMÍLIA NA IMPLEMENTAÇÃO DE AÇÕES PARA A PREVENÇÃO DA VIOLÊNCIA CONJUGAL CONTRA A GESTANTE
A prevenção da violência contra a mulher perpassa por um processo de crescimento e mobilização desde o início da década de 70. No Brasil, a violência contra a mulher vem se destacando como um dos maiores problemas a serem combatidos pela saúde pública e pelos organismos de defesa dos direitos humanos, pois há crescimento considerável dos índices de violência por questões de gênero, o que acarreta necessidade de se implementarem politicas públicas de prevenção à violência. Assim, com este trabalho, pretende-se discutir a atuação da equipe básica de saúde do município de União-Pi, na prevenção da violência contra a gestante, por se considerar que o poder público deve ofertar condições de conforto às mulheres, principalmente em período de gestação, caso tenham sofrido algum tipo de abuso. Neste sentido, adota-se como referencial teórico as legislações específicas do assunto, bem como estudos de pesquisadores, tais como: Bessa et.al (2014); Teixeira et.al. (2015), dentre outros.


  • DENOMINAÇÕES DE GRUPOS (M )
  • Pessoas (M01 )
  • Mulheres (M01.975 )
  • SAÚDE PÚBLICA (SP )
  • Estudos Populacionais em Saúde Pública (SP3 )
  • População (SP3.001 )
  • Pessoas (SP3.001.004 )
  • Mulheres (SP3.001.004.080 )

  • ANTROPOLOGIA, EDUCAÇÃO, SOCIOLOGIA E FENÔMENOS SOCIAIS (I )
  • Ciências Sociais (I01 )
  • Criminologia (I01.198 )
  • Crime (I01.198.240 )
  • Violência (I01.198.240.856 )
  • ANTROPOLOGIA, EDUCAÇÃO, SOCIOLOGIA E FENÔMENOS SOCIAIS (I )
  • Ciências Sociais (I01 )
  • Sociologia (I01.880 )
  • Problemas Sociais (I01.880.735 )
  • Violência (I01.880.735.900 )
  • SAÚDE PÚBLICA (SP )
  • Atenção à Saúde (SP2 )
  • Saúde de Grupos Específicos (SP2.006 )
  • Saúde da Família (SP2.006.052 )
https://ares.unasus.gov.br/acervo/handle/ARES/15416
27/Jun/2020