FICHA TÉCNICA DO RECURSO

A importância da educação em saúde para a adesão do aleitamento materno exclusivo no município de São Luís na Unidade Básica de Saúde Dr. Antonio Carlos Sousa Reis Cidade Olímpica I
Amamentar é uma prática benéfica e que envolve interação profunda entre mãe e filho. O ato de amamentar é fortemente influenciado pelo suporte que a mulher tem da família e da comunidade. O estudo objetivou implementar ações educativas por meio de rodas de conversa abordando a baixa adesão ao aleitamento materno exclusivo na Unidade Básica de Saúde Dr. Antônio Carlos Sousa Reis, Cidade Olímpica I, no município de São Luís-MA. Realizou-se um diagnóstico situacional por meio da percepção da baixa adesão ao aleitamento materno exclusivo, através de diálogos entre a ESF com os 06 agentes comunitários de saúde. Após reuniões entre os membros da equipe, partiu-se para um levantamento da quantidade de gestantes e puérperas apenas desta unidade. Procedeu-se a realização de ações de promoção da saúde com abordagem multiprofissional incluindo palestras educativas, salas de espera, grupos de apoio na área de abrangência, implementação do plano de intervenção, definição de estratégias acerca da baixa adesão ao aleitamento materno exclusivo. A implementação das ações deverá ser supervisionada de forma permanente e continua, sendo esta, o instrumento de avaliação para os resultados positivos ou negativos, do aumento da adesão ao aleitamento materno exclusivo, sendo realizado mensalmente reuniões com os ACS, por meio de suas visitas domiciliares, através de seus formulários de trabalho que são as fichas de acompanhamento da família e fichas de visitas domiciliares E-SUS. Conclui-se que os benefícios do aleitamento materno exclusivo para o binômio mãe e filho são diversos sendo de suma importância as práticas educativas da equipe de saúde da família durante o ciclo gravídico-puerperal.
https://ares.unasus.gov.br/acervo/handle/ARES/20179
02/Dec/2020

  • SAÚDE PÚBLICA (SP)
  • Atenção à Saúde (SP2)
  • Saúde de Grupos Específicos (SP2.006)

  • ANTROPOLOGIA, EDUCAÇÃO, SOCIOLOGIA E FENÔMENOS SOCIAIS (I)
  • Educação (I02)
  • Educação não Profissionalizante (I02.233)
  • ASSISTÊNCIA À SAÚDE (N)
  • Instituições de Saúde, Recursos Humanos e Serviços (N02)
  • Serviços de Saúde (N02.421)
  • Serviços Preventivos de Saúde (N02.421.726)
  • SAÚDE PÚBLICA (SP)
  • Atenção à Saúde (SP2)
  • Promoção da Saúde (SP2.021)
  • SAÚDE PÚBLICA (SP)
  • Desastres (SP8)
  • Administração de Desastres (SP8.946)
  • Educação em Desastres (SP8.946.234)

  • ASSISTÊNCIA À SAÚDE (N)
  • Administração de Serviços de Saúde (N04)
  • Administração dos Cuidados ao Paciente (N04.590)
  • ASSISTÊNCIA À SAÚDE (N)
  • Qualidade, Acesso e Avaliação da Assistência à Saúde (N05)
  • SAÚDE PÚBLICA (SP)
  • Atenção à Saúde (SP2)
  • VIGILÂNCIA SANITÁRIA (VS)
  • Vigilância Sanitária de Serviços de Saúde (VS3)