FICHA TÉCNICA DO RECURSO

CONTROLE DE PARASITOSES INSTESTINAIS EM USUÁRIOS DE UMA UNIDADE BÁSICA DE SAÚDE
As parasitoses intestinais constituem um grave problema de saúde pública, as quais estão associadas a fatores sociais, econômicos, ambientais e culturais que proporcionam condições favoráveis à disseminação. Objetiva-se implantar uma intervenção para o controle de parasitoses intestinais em usuários de uma unidade básica de saúde do município de João Costa-PI. Trata-se de um projeto de intervenção que será realizado com a colaboração da equipe multiprofissional da atenção básica e da equipe do núcleo de apoio a saúde da família (NASF) que será voltado à comunidade de todas as idades de responsabilidade desta equipe. Tendo como metas: realizar orientações, por meio das consultas médicas e de enfermagem, sobre as doenças parasitárias a 80% da população; ações educativas com a participação de pelo menos 80% da comunidade; 100% dos pacientes que foram atendidos nas consultas médicas e de enfermagem serão avaliados em relação às parasitoses intestinais e receberão o tratamento recomendado, caso seja necessário. Portanto, ações no seguimento da prevenção e da promoção da saúde são úteis à comunidade, pois são a forma mais oportuna em gerar mudanças e conscientização da mesma a respeito da gravidade das doenças parasitárias intestinais, principalmente em crianças, pois compromete seu crescimento e desenvolvimento.
https://ares.unasus.gov.br/acervo/handle/ARES/20388
06/Jan/2021

  • ANTROPOLOGIA, EDUCAÇÃO, SOCIOLOGIA E FENÔMENOS SOCIAIS (I)
  • Educação (I02)
  • Educação não Profissionalizante (I02.233)
  • Educação em Saúde (I02.233.332)
  • ASSISTÊNCIA À SAÚDE (N)
  • Instituições de Saúde, Recursos Humanos e Serviços (N02)
  • Serviços de Saúde (N02.421)
  • Serviços Preventivos de Saúde (N02.421.726)
  • Educação em Saúde (N02.421.726.407)
  • SAÚDE PÚBLICA (SP)
  • Atenção à Saúde (SP2)
  • VIGILÂNCIA SANITÁRIA (VS)
  • Sistema de Vigilância Sanitária (VS1)
  • Política Nacional de Vigilância Sanitária (VS1.001)
  • Política de Saúde (VS1.001.004)

  • DOENÇAS (C)
  • Infecções (C01)
  • SAÚDE PÚBLICA (SP)
  • Saúde Ambiental (SP4)
  • Transtornos de Origem Ambiental (SP4.012)