FICHA TÉCNICA DO RECURSO

Tuberculose: Doença Endêmica na Área Adscrita da ESF Curuçambá Urbano. Projeto de Intervenção e Estudo Clínico-Epidemiológico para Adoção de Medidas
Introdução: Entre os anos de 2016 e 2017 foi observado o recrudescimento do número de casos diagnosticados com tuberculose na área adscrita da ESF Curuçambá urbano, no município de Ananindeua, estado do Pará. No período ocorreram dois óbitos pela doença, o que levou a vários questionamentos e observações da equipe de saúde da família, que percebeu o caráter familiar da aquisição da doença, as características sócio econômicas similares e o fato de não ter associação com infecção pelo HIV. Objetivos: Realizar avaliação clínicoepidemiológica da tuberculose em área de cobertura de ESF a partir de casos índices com busca ativa por familiares e contactantes, estabelecendo o diagnóstico e tratamento precoce de outros casos de tuberculose ou infecção latente (ILTB), além de promover encontros e rodas de conversas com o intuito de ampliar conhecimentos sobre a tuberculose entre os membros da equipe da ESF Curuçambá urbano e a comunidade. Métodos: A pesquisa foi gerada por meio de busca ativa de novos casos, na qual realizaremos consultas médicas e/ou visitas domiciliares dos familiares e comunicantes dos casos que foram diagnosticados nos anos de 2016 a 2018. Foram seguidas as orientações mais atuais preconizadas pelo Ministério da Saúde quanto ao manejo da Tuberculose descritas no “Manual de recomendações para o controle da Tuberculose no Brasil” (2018) (...)
https://ares.unasus.gov.br/acervo/handle/ARES/23736
20/Apr/2021

  • SAÚDE PÚBLICA (SP)
  • Políticas, Planejamento e Administração em Saúde (SP1)
  • Políticas Públicas de Saúde (SP1.001)
  • Estratégias (SP1.001.007)
  • Estratégias Nacionais (SP1.001.007.023)
  • SAÚDE PÚBLICA (SP)
  • Atenção à Saúde (SP2)
  • Saúde de Grupos Específicos (SP2.006)
  • Saúde da Família (SP2.006.052)

  • CARACTERÍSTICAS DE PUBLICAÇÕES (V)
  • Características do Estudo (V03)

  • DOENÇAS (C)
  • Infecções (C01)
  • Infecções Bacterianas e Micoses (C01.150)
  • Infecções Bacterianas (C01.150.252)
  • Infecções por Bactérias Gram-Positivas (C01.150.252.410)
  • Infecções por Actinomycetales (C01.150.252.410.040)
  • Infecções por Mycobacterium (C01.150.252.410.040.552)
  • SAÚDE PÚBLICA (SP)
  • Saúde Ambiental (SP4)
  • Transtornos de Origem Ambiental (SP4.012)
  • Doenças Transmissíveis (SP4.012.148)