FICHA TÉCNICA DO RECURSO

A PALAVRA É CONSCIENTIZAÇÃO: DOENÇAS DIARREICAS NA ÁREA APALAI - DSEI DO AMAPÁ E NORTE DO PARÁ.
Desde a década de 1990, a população indígena vem fazendo reivindicações constantes ao governo e à sociedade nacional, devido ao agravamento progressivo de suas condições de saúde, as quais são caracterizadas por altos índices de morbimortalidade e pela oferta inadequada e ineficaz dos serviços de saúde. Essas reivindicações têm como pano de fundo uma situação socioeconômica precária, a indefinição territorial e as relações entre indígenas e não indígenas conflitantes que comprometem diretamente a integridade física e etnocultural da população da área Apalai. Ao qual a saude se fez presente dentro das aldeias da área Apalai, estou a dois anos trabalhando com o povo Apalai que estão localizados no Parque do Tumucumaque, ao Norte do Pará, com o passar do tempo. Com a confiança e a criação de vínculos, conhecemos as necessidades da área indígena e os fatores determinantes para as condições de vida e saúde dos indígenas brasileiros. O respeito ao indígena, a atenção à saúde e a preservação da vida desses povos são influenciados por uma série de questões, em que os mesmos se veem dependentes, em sua maioria, do governo local. Dentre outras questões, destacam-se o assédio de usineiros, garimpeiros, posseiros, fazendeiros, de madeireiras e da sua própria tolerância diante das políticas indigenistas direcionadas para: a alimentação, educação, moradia, saúde e previdência social. Frente a esse cenário abordamos, neste trabalho, a questão da saúde diretamente ligada à precariedade ou inexistência de saneamento básico e redes de esgoto, na área Apalai. Assim como acontece geralmente: um problema se torna consequência ao outro. Desta forma, aqui, além de apontarmos problemas agravantes na saúde indígena, desenvolvemos projetos e ações que se baseou em criar movimentos para se tratar, mais à fundo, das doenças diarreicas. Essas doenças acometem toda a população e, quando a contaminação é abrangente à toda a comunidade, as autoridades voltam olhares receando o desenvolvimento de uma epidemia. Isto posto, o projeto visa conscientizar e trabalhar com toda a comunidade da área Apalai, levando palestras, rodas de conversas entre outras ações com as diferentes faixas etárias, na mudança dos hábitos geradores de doenças.

  • SAÚDE PÚBLICA (SP )
  • Atenção à Saúde (SP2 )
  • Saúde de Grupos Específicos (SP2.006 )
  • Saúde das Minorias (SP2.006.057 )
  • Saúde das Minorias Étnicas (SP2.006.057.010 )

  • ASSISTÊNCIA À SAÚDE (N )
  • Meio Ambiente e Saúde Pública (N06 )
  • Saúde Pública (N06.850 )
  • Prática de Saúde Pública (N06.850.780 )
  • Controle de Doenças Transmissíveis (N06.850.780.200 )
  • Saneamento (N06.850.780.200.800 )
  • Engenharia Sanitária (N06.850.780.200.800.800 )
  • Gerenciamento de Resíduos (N06.850.780.200.800.800.900 )
  • ASSISTÊNCIA À SAÚDE (N )
  • Meio Ambiente e Saúde Pública (N06 )
  • Saúde Pública (N06.850 )
  • Saneamento (N06.850.860 )
  • Engenharia Sanitária (N06.850.860.510 )
  • Gerenciamento de Resíduos (N06.850.860.510.900 )
  • SAÚDE PÚBLICA (SP )
  • Saúde Ambiental (SP4 )
  • Recursos Hídricos (SP4.016 )
  • Microbiologia da Água (SP4.016.172 )
  • SAÚDE PÚBLICA (SP )
  • Saúde Ambiental (SP4 )
  • Abastecimento de Água (SP4.021 )
  • SAÚDE PÚBLICA (SP )
  • Saúde Ambiental (SP4 )
  • Resíduos (SP4.031 )
  • Águas Residuárias (SP4.031.100 )
  • Esgotos (SP4.031.100.200 )
  • VIGILÂNCIA SANITÁRIA (VS )
  • Vigilância Sanitária Ambiental (VS4 )
  • Saúde Ambiental (VS4.001 )
  • Monitoramento Ambiental (VS4.001.001 )
  • Monitoramento da Água (VS4.001.001.002 )

  • TÉCNICAS E EQUIPAMENTOS ANALÍTICOS, DIAGNÓSTICOS E TERAPÊUTICOS (E )
  • Técnicas de Pesquisa (E05 )
  • Métodos Epidemiológicos (E05.318 )
  • Coleta de Dados (E05.318.308 )
  • Estatísticas Vitais (E05.318.308.985 )
  • ASSISTÊNCIA À SAÚDE (N )
  • Características da População (N01 )
  • Demografia (N01.224 )
  • Estatísticas Vitais (N01.224.935 )
  • ASSISTÊNCIA À SAÚDE (N )
  • Meio Ambiente e Saúde Pública (N06 )
  • Saúde Pública (N06.850 )
  • Medidas em Epidemiologia (N06.850.505 )
  • Demografia (N06.850.505.400 )
  • Estatísticas Vitais (N06.850.505.400.975 )
  • ASSISTÊNCIA À SAÚDE (N )
  • Meio Ambiente e Saúde Pública (N06 )
  • Saúde Pública (N06.850 )
  • Métodos Epidemiológicos (N06.850.520 )
  • Coleta de Dados (N06.850.520.308 )
  • Estatísticas Vitais (N06.850.520.308.985 )
  • SAÚDE PÚBLICA (SP )
  • Saúde Ambiental (SP4 )
  • Saúde do Trabalhador (SP4.046 )
  • Medicina do Trabalho (SP4.046.452 )
  • SAÚDE PÚBLICA (SP )
  • Saúde Ambiental (SP4 )
  • Ciências Sociais (SP4.127 )
  • Demografia (SP4.127.413 )
  • Estatística como Assunto (SP4.127.413.629 )
  • SAÚDE PÚBLICA (SP )
  • Epidemiologia e Bioestatística (SP5 )
  • Bioestatística (SP5.006 )
  • Dados Demográficos (SP5.006.052 )
  • Estatísticas Vitais (SP5.006.052.168 )

  • SAÚDE PÚBLICA (SP )
  • Saúde Ambiental (SP4 )
  • Saneamento (SP4.027 )
  • VIGILÂNCIA SANITÁRIA (VS )
  • Vigilância Sanitária Ambiental (VS4 )
  • Saúde Ambiental (VS4.001 )
  • Saneamento (VS4.001.003 )

  • ANTROPOLOGIA, EDUCAÇÃO, SOCIOLOGIA E FENÔMENOS SOCIAIS (I )
  • Educação (I02 )
  • Educação não Profissionalizante (I02.233 )
  • ASSISTÊNCIA À SAÚDE (N )
  • Instituições de Saúde, Recursos Humanos e Serviços (N02 )
  • Serviços de Saúde (N02.421 )
  • Serviços Preventivos de Saúde (N02.421.726 )
  • SAÚDE PÚBLICA (SP )
  • Atenção à Saúde (SP2 )
  • Promoção da Saúde (SP2.021 )
  • SAÚDE PÚBLICA (SP )
  • Desastres (SP8 )
  • Administração de Desastres (SP8.946 )
  • Educação em Desastres (SP8.946.234 )
https://ares.unasus.gov.br/acervo/static/files/Termos de uso do ARES.pdf
https://ares.unasus.gov.br/acervo/handle/ARES/27062
27/Apr/2022