FICHA TÉCNICA DO RECURSO

A PALAVRA É CONSCIENTIZAÇÃO: DOENÇAS DIARREICAS NA ÁREA APALAI - DSEI DO AMAPÁ E NORTE DO PARÁ.
(dc.type )
Trabalho de conclusão de curso
(dc.subject.classification )
Saúde dos Povos Indígenas
(dc.contributor.author )
JUNIOR, Jose Luiz Boni
(dc.date.accepted )
2022.0
(dc.date.available )
2022-04-27T11:21:22Z
(dc.date.accessioned )
2022-04-27T11:21:22Z
(dc.rights.holder )
Universidade Federal de São Paulo
(dc.identifier.uri )
https://ares.unasus.gov.br/acervo/handle/ARES/27062
(dc.language.iso )
Pt-BR
pt_BR
(dc.mediator )
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
(dc.contributor.advisor )
MENDES, Anapaula Martins
(dc.location.country )
BRA
Brasil
(dc.subject.decs )
E05.318.308.985.525:Morbidade
I02.233.332:Educação em Saúde.
SP2.006.057.010.010:Saúde Indígena
SP4.021.202:Tratamento da Água
SP4.027.288:Higiene Habitacional
(dc.rights.type )
Autorização para TCC
(dc.description.abstract )
Desde a década de 1990, a população indígena vem fazendo reivindicações constantes ao governo e à sociedade nacional, devido ao agravamento progressivo de suas condições de saúde, as quais são caracterizadas por altos índices de morbimortalidade e pela oferta inadequada e ineficaz dos serviços de saúde. Essas reivindicações têm como pano de fundo uma situação socioeconômica precária, a indefinição territorial e as relações entre indígenas e não indígenas conflitantes que comprometem diretamente a integridade física e etnocultural da população da área Apalai. Ao qual a saude se fez presente dentro das aldeias da área Apalai, estou a dois anos trabalhando com o povo Apalai que estão localizados no Parque do Tumucumaque, ao Norte do Pará, com o passar do tempo. Com a confiança e a criação de vínculos, conhecemos as necessidades da área indígena e os fatores determinantes para as condições de vida e saúde dos indígenas brasileiros. O respeito ao indígena, a atenção à saúde e a preservação da vida desses povos são influenciados por uma série de questões, em que os mesmos se veem dependentes, em sua maioria, do governo local. Dentre outras questões, destacam-se o assédio de usineiros, garimpeiros, posseiros, fazendeiros, de madeireiras e da sua própria tolerância diante das políticas indigenistas direcionadas para: a alimentação, educação, moradia, saúde e previdência social. Frente a esse cenário abordamos, neste trabalho, a questão da saúde diretamente ligada à precariedade ou inexistência de saneamento básico e redes de esgoto, na área Apalai. Assim como acontece geralmente: um problema se torna consequência ao outro. Desta forma, aqui, além de apontarmos problemas agravantes na saúde indígena, desenvolvemos projetos e ações que se baseou em criar movimentos para se tratar, mais à fundo, das doenças diarreicas. Essas doenças acometem toda a população e, quando a contaminação é abrangente à toda a comunidade, as autoridades voltam olhares receando o desenvolvimento de uma epidemia. Isto posto, o projeto visa conscientizar e trabalhar com toda a comunidade da área Apalai, levando palestras, rodas de conversas entre outras ações com as diferentes faixas etárias, na mudança dos hábitos geradores de doenças.
(dc.rights.license )
https://ares.unasus.gov.br/acervo/static/files/Termos de uso do ARES.pdf
(unasus.learningResourceType )
Trabalho de conclusão de curso
(dc.title )
A PALAVRA É CONSCIENTIZAÇÃO: DOENÇAS DIARREICAS NA ÁREA APALAI - DSEI DO AMAPÁ E NORTE DO PARÁ.