FICHA TÉCNICA DO RECURSO

Segunda opinião formativa: o que é hiperprolactinemia? Como deve ser sua abordagem na Atenção Primária à Saúde (APS)?
Hiperprolactinemia é a alteração endócrina mais comum do eixo hipotálamo-hipofisário e pode ser a etiologia em 20% a 25% das pacientes com amenorreia secundária. As causas de hiperprolactinemia são diversas, e podem ser classificadas em fisiológicas, farmacológicas e patológicas. Entre as causas patológicas, a mais importante são os prolactinomas, adenomas da hipófise que secretam prolactina.

  • DOENÇAS (C )
  • Doenças do Sistema Nervoso (C10 )
  • Doenças do Sistema Nervoso Central (C10.228 )
  • Encefalopatias (C10.228.140 )
  • Doenças Hipotalâmicas (C10.228.140.617 )
  • Doenças da Hipófise (C10.228.140.617.738 )
  • Hiperpituitarismo (C10.228.140.617.738.250 )
  • DOENÇAS (C )
  • Doenças do Sistema Endócrino (C19 )
  • Doenças da Hipófise (C19.700 )
  • Hiperpituitarismo (C19.700.355 )
https://ares.unasus.gov.br/acervo/handle/ARES/3510
06/Jul/2016