FICHA TÉCNICA DO RECURSO

Hipertensão arterial e Diabetes mellitus: ações interventivas na perspectiva da Atenção básica
As doenças crônicas não transmissíveis (DCNT) têm sido encaradas como uma ameaça à saúde e ao desenvolvimento humano, em especial se tratando da Hipertensão Arterial e do Diabetes Mellitus, responsável por cerca de 70% dos óbitos na atualidade. Tal perspectiva preocupante, identificada no contexto nacional, se expressa de maneira similar no interior alagoano, como na comunidade assistida pela UBS Jaciobá no município de Girau do Ponciano. Em face disto, esta produção teve por objetivo elaborar um plano de ação com vistas ao controle das DCNT, com enfoque na Hipertensão Arterial e no Diabetes Mellitus, na ESF Jaciobá, no município de Girau do Ponciano - AL. Para tal, o método aplicado nesta produção foi alicerçado em três pilares fundamentais, sendo eles: a realização de um diagnóstico situacional da área de abrangência; revisão de literatura; além do desenvolvimento de um plano de ação direcionado à Hipertensão Arterial e o Diabetes Mellitus. Mediante tal medida foi possível identificar como principais problemas de saúde pública da comunidade: DCNT, parasitismo intestinal e DST. Sobre tais achados, priorizou-se por trabalhar com as DCNT, especificamente a HA e o DM, em face do alto índice da região, principalmente em idosos, em torno de 43,2% (180 idosos - 142 portadores de HA e 38 de DM). Neste âmbito foram identificados como nós críticos: Baixa adesão ao tratamento medicamentoso e às recomendações nutricionais e quanto ao estilo de vida; Condição socioeconômica desfavorável; Processo de Trabalho inadequado desempenhado pela ESF quanto ao enfrentamento do problema. Sobre as quais foi sintetizado um plano de ação embasado na educação em saúde e participação social. Tal medida se mostra ímpar, no que se refere a gerência do serviço e organização das atividades implementadas, sob a concepção do cuidado que se requer que se atribua num contexto coletivo, na perspectiva da HA e do DM, no galgar a uma assistência fidedignamente contributiva.
https://ares.unasus.gov.br/acervo/handle/ARES/5771
10/Oct/2016

  • DOENÇAS (C)
  • Doenças Cardiovasculares (C14)
  • Doenças Vasculares (C14.907)

  • DOENÇAS (C)
  • Doenças Nutricionais e Metabólicas (C18)
  • Doenças Metabólicas (C18.452)
  • Transtornos do Metabolismo de Glucose (C18.452.394)
  • DOENÇAS (C)
  • Doenças do Sistema Endócrino (C19)

  • ASSISTÊNCIA À SAÚDE (N)
  • Administração de Serviços de Saúde (N04)
  • Administração dos Cuidados ao Paciente (N04.590)
  • Assistência Integral à Saúde (N04.590.233)
  • SAÚDE PÚBLICA (SP)
  • Atenção à Saúde (SP2)
  • Níveis de Atenção à Saúde (SP2.001)
  • SAÚDE PÚBLICA (SP)
  • Atenção à Saúde (SP2)
  • Assistência Integral à Saúde (SP2.122)
  • SAÚDE PÚBLICA (SP)
  • Saúde Ambiental (SP4)
  • Serviços de Saúde (SP4.002)

  • DISCIPLINAS E OCUPAÇÕES (H)
  • Ocupações em Saúde (H02)
  • Medicina (H02.403)
  • ASSISTÊNCIA À SAÚDE (N)
  • Características da População (N01)
  • Saúde (N01.400)
  • ASSISTÊNCIA À SAÚDE (N)
  • Meio Ambiente e Saúde Pública (N06)
  • CIÊNCIA E SAÚDE (SH)
  • Gestão de Ciência, Tecnologia e Inovação em Saúde (SH1)
  • Atividades Científicas e Tecnológicas (SH1.020)
  • Domínios Científicos (SH1.020.020)
  • Ciências da Saúde (SH1.020.020.040)