FICHA TÉCNICA DO RECURSO

Plano de intervenção para promover a adesão de pacientes ao tratamento de hipertensão arterial no município de Córrego Danta - Minas Gerais
A Hipertensão Arterial Sistêmica (HAS) é considerada um dos grandes problemas para a saúde pública no Brasil, agravada por sua prevalência e detecção quase sempre tardia, além de constituir um dos principais fatores de risco para as doenças cardiovasculares e cerebrovasculares. A HAS é uma síndrome multifatorial, e multissistêmica. Seu aparecimento está relacionado ao estilo de vida inadequado, considerando também os fatores constitucionais, como: sexo, idade, raça/cor e história familiar; e os ambientais, como: sedentarismo, estresse, tabagismo, alcoolismo, alimentação insalubre e obesidade. O presente trabalho seguiu a metodologia de análise conceitual e foi realizado através de um levantamento bibliográfico de artigos científicos da área médica e de enfermagem pertinentes á temática com objetivo de avaliar os fatores associados à má adesão ao tratamento anti-hipertensivo. A partir do estudo elaboramos um plano de ação apontando como foco a proposta de mudanças do estilo de vida, com o objetivo de uma melhor adesão ao tratamento de Hipertensão Arterial dos usuários da equipe de Saúde Córrego Danta, Minas Gerais. É importante a equipe de saúde conhecer as dificuldades dos pacientes em aderir ao tratamento anti-hipertensivo para planejar ações para tentar superá-las e alcançar assim melhor controle de HAS. Visamos aumentar assim a qualidade de vida da nossa comunidade.
https://ares.unasus.gov.br/acervo/handle/ARES/5906
10/Oct/2016

  • DOENÇAS (C)
  • Doenças Cardiovasculares (C14)
  • Doenças Vasculares (C14.907)

  • SAÚDE PÚBLICA (SP)
  • Políticas, Planejamento e Administração em Saúde (SP1)
  • Políticas Públicas de Saúde (SP1.001)
  • Estratégias (SP1.001.007)
  • Estratégias Nacionais (SP1.001.007.023)
  • SAÚDE PÚBLICA (SP)
  • Atenção à Saúde (SP2)
  • Saúde de Grupos Específicos (SP2.006)
  • Saúde da Família (SP2.006.052)