FICHA TÉCNICA DO RECURSO

Gestão da Assistência Farmacêutica: módulo optativo: unidade 3: modelos de seguimento farmacoterapêutico
A evolução da prática profissional da farmácia passou por diversas fases até o surgimento da atenção farmacêutica como prática profissional. É nesse sentido que esta Unidade começa sua abordagem, a qual resgata a prática clínica da farmácia e a evolução dos conceitos de atenção farmacêutica. Na lição seguinte o objetivo é que o aluno compreenda o que são os desfechos em saúde e sua relação com a qualidade da farmacoterapia e o processo de cuidado em saúde. Existem 3 principais desfechos: primordiais, intermediários e substitutos. Ainda nesta lição são apresentados os princípios da farmacoterapia ideal. Nesta Unidade o especializando irá conhecer os principais métodos de seguimento farmacoterapêutico utilizados para a documentação do cuidado farmacêutico: SOAP; PWDT; TOM; Dáder. Na sequência, o objetivo do conteúdo (Lição 4) é que o aluno aplique o seguimento em um cenário real de atendimento ambulatorial. Sendo assim, ocorre a abordagem de demais temas que se fazem necessário para este “cenário” como o Acolhimento do usuário, coleta e organização de dados do usuário; Avaliação e identificação de problemas relacionados à farmacoterapia; Delineamento de um plano de cuidado em conjunto com o usuário e Seguimento individual do usuário. Por fim, o conteúdo descreve as condições de estrutura e processo necessárias para incorporação desta atividade na atenção primária à saúde.
https://ares.unasus.gov.br/acervo/handle/ARES/615
06/Jun/2013
2012

  • SAÚDE PÚBLICA (SP)
  • Políticas, Planejamento e Administração em Saúde (SP1)
  • Administração em Saúde (SP1.011)

  • ASSISTÊNCIA À SAÚDE (N)
  • Instituições de Saúde, Recursos Humanos e Serviços (N02)
  • Serviços de Saúde (N02.421)
  • SAÚDE PÚBLICA (SP)
  • Atenção à Saúde (SP2)
  • Assistência à Saúde (SP2.016)
  • SAÚDE PÚBLICA (SP)
  • Atenção à Saúde (SP2)
  • Serviços de Saúde (SP2.031)