FICHA TÉCNICA DO RECURSO

Fatores de risco na gestação: riscos clínicos e sociais
O objeto inicia abordando as questões relativas aos riscos em saúde que, em relação às gestações, são classificadas no enfoque de risco de acordo com os graus de alto e de baixo risco. Lembra que as necessidades do grupo de baixo risco são atendidas em nível primário de assistência e as do grupo de alto risco (representando percentual de 10 a 20%), na atenção secundária e terciária, utilizando-se cuidados mais qualificados e equipes especializadas. Enfatiza que uma gestação definida como de baixo risco pode se transformar de alto risco de um momento para o outro, como também é possível uma gestação de alto risco, ao receber um acompanhamento adequado, voltar à condição de baixo risco. Mostra que os fatores geradores de risco podem ser agrupados em quatro categorias, que são características individuais e condições sócio-demográficas desfavoráveis, história reprodutiva, doença obstétrica, intercorrências clínicas, e que o dentista deve encaminhar à Equipe de Saúde da Família a gestante que apresente alguma das situações descritas. Finaliza salientando que para proceder ao referenciamento, o profissional de saúde deve registrar os dados da consulta no prontuário e na folha de encaminhamento, esclarecendo o motivo do encaminhamento. Da mesma maneira deve agir o profissional da instituição que fizer a contrarreferência. Unidade 4 do módulo 6 que compõe o Curso de Especialização em Saúde da Família.

  • ASSISTÊNCIA À SAÚDE (N )
  • Características da População (N01 )
  • Saúde (N01.400 )
  • SAÚDE PÚBLICA (SP )
  • Atenção à Saúde (SP2 )
  • Saúde de Grupos Específicos (SP2.006 )

  • SAÚDE PÚBLICA (SP )
  • Políticas, Planejamento e Administração em Saúde (SP1 )
  • Política de Saúde (SP1.001 )
  • Sistemas de Saúde (SP1.001.012 )
  • Sistemas Nacionais de Saúde (SP1.001.012.010 )
  • SAÚDE PÚBLICA (SP )
  • Direito Sanitário (SP9 )
  • Seguridade Social (SP9.160 )


  • TÉCNICAS E EQUIPAMENTOS ANALÍTICOS, DIAGNÓSTICOS E TERAPÊUTICOS (E )
  • Técnicas de Pesquisa (E05 )
  • Métodos Epidemiológicos (E05.318 )
  • Estatística como Assunto (E05.318.740 )
  • Probabilidade (E05.318.740.600 )
  • Risco (E05.318.740.600.800 )
  • ASSISTÊNCIA À SAÚDE (N )
  • Qualidade, Acesso e Avaliação da Assistência à Saúde (N05 )
  • Qualidade da Assistência à Saúde (N05.715 )
  • Fatores Epidemiológicos (N05.715.350 )
  • Causalidade (N05.715.350.200 )
  • ASSISTÊNCIA À SAÚDE (N )
  • Qualidade, Acesso e Avaliação da Assistência à Saúde (N05 )
  • Qualidade da Assistência à Saúde (N05.715 )
  • Mecanismos de Avaliação da Assistência à Saúde (N05.715.360 )
  • Estatística como Assunto (N05.715.360.750 )
  • Probabilidade (N05.715.360.750.625 )
  • Risco (N05.715.360.750.625.700 )
  • ASSISTÊNCIA À SAÚDE (N )
  • Meio Ambiente e Saúde Pública (N06 )
  • Saúde Pública (N06.850 )
  • Fatores Epidemiológicos (N06.850.490 )
  • Causalidade (N06.850.490.625 )
  • ASSISTÊNCIA À SAÚDE (N )
  • Meio Ambiente e Saúde Pública (N06 )
  • Saúde Pública (N06.850 )
  • Métodos Epidemiológicos (N06.850.520 )
  • Estatística como Assunto (N06.850.520.830 )
  • Probabilidade (N06.850.520.830.600 )
  • Risco (N06.850.520.830.600.800 )
  • SAÚDE PÚBLICA (SP )
  • Saúde Ambiental (SP4 )
  • Fenômenos Biológicos (SP4.102 )
  • Fenômenos Ecológicos e Ambientais (SP4.102.072 )
  • Ecotoxicologia (SP4.102.072.092 )
  • Poluição Ambiental (SP4.102.072.092.693 )
  • Riscos Ambientais (SP4.102.072.092.693.334 )
  • SAÚDE PÚBLICA (SP )
  • Epidemiologia e Bioestatística (SP5 )
  • Epidemiologia (SP5.001 )
  • Medidas de Associação, Exposição, Risco ou Desfecho (SP5.001.037 )
  • SAÚDE PÚBLICA (SP )
  • Desastres (SP8 )
  • Risco (SP8.473 )
  • Medição de Risco (SP8.473.327 )

https://ares.unasus.gov.br/acervo/handle/ARES/800
17/Oct/2013