FICHA TÉCNICA DO RECURSO

Hipertensão arterial: intervenção educativa
A Hipertensão Arterial Sistêmica (HAS) é considerada uma doença crônica degenerativa e representa sério problema de saúde na população, considerando a sua ampla incidência em indivíduos adultos. Deve ser acompanhada ao longo de seu curso com medidas de controle que visem à qualidade de vida do portador e a prevenção de complicações. A HAS é uma patologia que atinge cerca de 30% da população adulta e faz parte do grupo de doenças cardiovasculares como um dos mais importantes fatores de risco, sendo caracterizada como um dos principais fatores de risco para o desenvolvimento de doença vascular cerebral, insuficiência renal , cardíaca e doença arterial coronariana. O objetivo desta pesquisa foi descrever através da revisão de literatura os fatores de risco associados à hipertensão arterial sistêmica. Para isto foi realizado um estudo descritivo, do tipo revisão de literatura,e entrevistas individuais, este estudo pretende contribuir para o desenvolvimento de novas pesquisas direcionadas a atividade educativa do medico com equipe de saúde, aos pacientes portadores de hipertensão arterial. Visando a adoção de estratégias especiais de promoção, prevenção e controle, para minimizar ou evitar complicações decorrentes da hipertensão arterial sistêmica.
https://ares.unasus.gov.br/acervo/handle/ARES/8119
22/Mar/2017

  • DOENÇAS (C)
  • Doenças Cardiovasculares (C14)
  • Doenças Vasculares (C14.907)


  • TÉCNICAS E EQUIPAMENTOS ANALÍTICOS, DIAGNÓSTICOS E TERAPÊUTICOS (E)
  • Técnicas de Pesquisa (E05)
  • Métodos Epidemiológicos (E05.318)
  • Estatística como Assunto (E05.318.740)
  • Probabilidade (E05.318.740.600)
  • Risco (E05.318.740.600.800)
  • ASSISTÊNCIA À SAÚDE (N)
  • Qualidade, Acesso e Avaliação da Assistência à Saúde (N05)
  • Qualidade da Assistência à Saúde (N05.715)
  • Fatores Epidemiológicos (N05.715.350)
  • Causalidade (N05.715.350.200)
  • ASSISTÊNCIA À SAÚDE (N)
  • Qualidade, Acesso e Avaliação da Assistência à Saúde (N05)
  • Qualidade da Assistência à Saúde (N05.715)
  • Mecanismos de Avaliação da Assistência à Saúde (N05.715.360)
  • Estatística como Assunto (N05.715.360.750)
  • Probabilidade (N05.715.360.750.625)
  • Risco (N05.715.360.750.625.700)
  • ASSISTÊNCIA À SAÚDE (N)
  • Meio Ambiente e Saúde Pública (N06)
  • Saúde Pública (N06.850)
  • Fatores Epidemiológicos (N06.850.490)
  • Causalidade (N06.850.490.625)
  • ASSISTÊNCIA À SAÚDE (N)
  • Meio Ambiente e Saúde Pública (N06)
  • Saúde Pública (N06.850)
  • Métodos Epidemiológicos (N06.850.520)
  • Estatística como Assunto (N06.850.520.830)
  • Probabilidade (N06.850.520.830.600)
  • Risco (N06.850.520.830.600.800)
  • SAÚDE PÚBLICA (SP)
  • Saúde Ambiental (SP4)
  • Fenômenos Biológicos (SP4.102)
  • Fenômenos Ecológicos e Ambientais (SP4.102.072)
  • Ecotoxicologia (SP4.102.072.092)
  • Poluição Ambiental (SP4.102.072.092.693)
  • Riscos Ambientais (SP4.102.072.092.693.334)
  • SAÚDE PÚBLICA (SP)
  • Epidemiologia e Bioestatística (SP5)
  • Epidemiologia (SP5.001)
  • Medidas de Associação, Exposição, Risco ou Desfecho (SP5.001.037)
  • SAÚDE PÚBLICA (SP)
  • Desastres (SP8)
  • Risco (SP8.473)
  • Medição de Risco (SP8.473.327)