FICHA TÉCNICA DO RECURSO

Projeto de intervenção para garantir o acesso de qualidade aos usuários da Atenção Primária à Saúde da cidade de Itanhomi
Este projeto de intervenção é o resultado de uma revisão bibliográfica, que objetivou propor ações, através de capacitação, para que os usuários da Atenção Primária à Saúde do município de Itanhomi tenham garantia de acesso com qualidade. O presente estudo, baseado em pesquisa bibliográfica, pautou-se em monografias, apostilas do Plano Diretor da Atenção Primária à Saúde, revistas e artigos científicos sobre qualidade de acesso, acolhimento, referência e contra referencia e diretrizes clínicas. A primeira busca bibliográfica foi realizada na base de dados- Scientic Eletronic Library Online (SciELO) - base brasileira, a partir das palavras chave: qualidade de acesso, acolhimento, referência e contra-referência e, diretrizes clínicas. Foram incluídos apenas estudos nacionais publicados no período de 2003 a 2013. Os resultados foram apresentados através da síntese dos achados, enfatizando a importância do acesso, incluindo aspectos da organização e da dinâmica do processo de trabalho, considerando a contribuição e a importância de análises de vários aspectos, sejam eles, geográficos, sócio-econômicos entre outros. No contexto atual de construção do Sistema Único de Saúde (SUS), é fundamental que sejam potencializados caminhos trilhados e experimentados, a exemplo da proposta de acolhimento, como diretriz operacional dos serviços de saúde. É de suma importância que os profissionais de saúde e gestor do município de Itanhomi sejam capacitados para garantir a melhoria do acesso aos usuários no âmbito da atenção primária, através do conhecimento do real significado e execução dos seguintes instrumentos: acesso, acolhimento, referências e contra referências e, diretrizes clínicas. Porém, estabelecer tais mecanismos pressupõe uma lógica de organização e funcionamento de serviços de saúde, partindo do princípio de que a Unidade de Saúde tem as funções de realizar o acolhimento, o atendimento e o encaminhamento, caso seja nível de atenção secundário e terciário, de todos os usuários, de modo universal.
https://ares.unasus.gov.br/acervo/handle/ARES/8169
07/Apr/2017

  • SAÚDE PÚBLICA (SP)
  • Atenção à Saúde (SP2)
  • Assistência à Saúde (SP2.016)
  • Humanização da Assistência (SP2.016.157)