FICHA TÉCNICA DO RECURSO

Plano de ação para a prevenção e controle do tabagismo na USF Santo Antônio do Cruzeiro no município de Nepomuceno/MG
O tabagismo é uma doença crônica endêmica que tem relação estreita com diversos agravos em saúde, como hipertensão, doença pulmonar obstrutiva crônica, doença vascular periférica, eventos tromboembolíticos e os cânceres de vias aéreas e trato digestivo. Acarreta redução na expectativa e qualidade de vida dos usuários, além de gerar gastos financeiros a eles e aos governos. É causa de dependência física, psicológica e comportamental, devido à nicotina. Esse trabalho propõe um plano de ação, desenvolvido após a realização de um diagnóstico situacional pelo método da Estimativa Rápida, seguindo o método Planejamento Estratégico Situacional, para auxiliar na cessação do tabagismo nos pacientes interessados, além de ações para contribuir com a prevenção desse hábito nos não-fumantes, principalmente nas crianças e adolescentes. Para a base teórica do projeto, foi feita uma revisão na literatura a partir de consulta em dados e publicações científicas da Scientific Electronic Library On-Line (SciELO) e PubMed, além de pesquisa em sites do Ministério da Saúde, INCA e OMS. O enfrentamento desse problema está focado na terapia comportamental cognitiva dos grupos operativos, com auxílio de equipe multiprofissional e terapia farmacológica, além de atividades socioeducativas para a população geral. As medidas de controle e prevenção do tabagismo são importantes devido ao elevado custo com morbidade e mortalidade que esse hábito gera para os países. A avaliação do grau de dependência da nicotina é necessária para a indicação do tratamento farmacológico direcionado. Os grupos operativos e as ações educativas são ferramentas que podem auxiliar no controle e prevenção do tabagismo em uma população.
https://ares.unasus.gov.br/acervo/handle/ARES/8397
07/Apr/2017
  • Hábito de Fumar
  • Nicotina
  • Tabaco
  • Tabagismo
  • Abandono do Hábito de Fumar