FICHA TÉCNICA DO RECURSO

Uso indiscriminado de antibióticos por pacientes atendidos em uma Unidade Básica de Saúde da Familia
O presente estudo é oriundo das necessidades elaboradas no diagnóstico situacional realizado por uma Equipe de Saúde de São Miguel dos Campos, Alagoas, sendo selecionado o uso indiscriminado de antibióticos como principal problema a ser enfrentado dentro do âmbito de atuação. A resistência bacteriana é um importante problema de Saúde Pública por afetar a saúde individual e coletiva. Com o uso irracional de antibióticos, o desenvolvimento de futura resistência muitas vezes é inevitável. O principal objetivo desse estudo é identificar os fatores que resultam no uso indiscriminado de antibióticos pela população adstrita e elaborar um Projeto de Intervenção. O Projeto de Intervenção foi iniciado através de relatos dos pacientes em consultas médicas, nas quais os mesmos referiam realizar automedicação com antibióticos, assim como o uso inadequado. Definido o nó crítico, a Equipe de Saúde criou alternativas para solucionar ou amenizar o problema. Desta ação espera-se a prevenção e a redução da resistência bacteriana entre a população adstrita e, consequentemente, a diminuição da morbimortalidade e da transmissão de doenças infectocontagiosas
https://ares.unasus.gov.br/acervo/handle/ARES/8900
06/Jun/2017
  • Anti-Infecciosos
  • Farmacorresistência Bacteriana
  • Estratégia Saúde da Família