FICHA TÉCNICA DO RECURSO

Identificação, classificação e acompanhamento individualizado ao hipertenso da UBS Palmeirinha município de Junqueiro, Alagoas
A hipertensão arterial sistêmica (HAS) é uma doença de alta incidência e prevalência na população, que deve ser tratada como problema de saúde pública. Segundo a Sociedade Brasileira de Cardiologia é uma doença crônica, cujo controle são essenciais para a prevenção de complicações, em longo prazo, relacionadas à morbidade e à mortalidade cardiovascular e cerebral, dentre outras. Apesar do grande avanço científico e tecnológico no manejo da hipertensão arterial ocorrido nos últimos anos, uma das grandes dificuldades atuais refere-se à adesão dos pacientes aos tratamentos instituídos, por não acreditarem na eficácia da medicação, dificuldade de se adaptarem aos horários dos medicamentos e as mudanças do estilo de vida (MEV), tornando a doença uma grande rival. Primeiramente foi desenvolvido um diagnóstico situacional, pelo método da estimativa rápida, para conhecer os problemas na área de abrangência da UBS Palmeirinha na cidade de Junqueiro/Al, depois foi realizada uma revisão de literatura nas bases de dados Scientific Electronic Library Online (Scielo) e Literatura Latino-Americana e do Caribe em Ciências da Saúde (Lilacs). Para a busca foram utilizados Descritores em Ciências da Saúde (DeCS) como: educação em saúde, terapêutica e Estratégia Saúde da Família, e selecionados artigos relacionados ao tema publicados entre os anos de 2007 a 2013. Foi proposto um plano de ação, baseado no Planejamento Estratégico Situacional (PES), seguindo a classificação dos pacientes de acordo com os critérios de riscos de Framingham, facilitando assim o acompanhamento dos mesmos. Por fim, este trabalho propiciou a diminuição dos níveis pressóricos dos clientes que aderiram a MEV melhorando a qualidade de vida, diminuindo os riscos de doenças cardiovasculares e obesidade. A participação da equipe multiprofissional da unidade foi fundamental para a concretização de todo o processo, sendo mediadores de incentivo e motivação perante os participantes. Assim, os resultados deste projeto foram alcançados, sendo todo realizado na sala de saúde da própria unidade, proporcionando a facilitação de cada etapa e o sucesso de sua abordagem não farmacológica aderida pela maioria dos clientes.
https://ares.unasus.gov.br/acervo/handle/ARES/8933
06/Jun/2017
  • Educação em Saúde
  • Estratégia Saúde da Família