FICHA TÉCNICA DO RECURSO

Uso indiscriminado de Benzodiazepínicos: plano de ação para educar a população quanto aos riscos da automedicação no PSF Paulo Gonçalves Lage em Santo Antônio do Amparo/MG
Os Benzodiazepínicos (BZD) estão entre os medicamentos psicotrópicos mais consumidos em diferentes países no mundo, principalmente para tratamento de transtorno de ansiedade e como indutores de sono. A dependência química dos benzodiazepínicos com todas as implicações inerentes a esses quadros passaram a constituir grande preocupação para a saúde pública. Em vista disto, considera-se imperativo que a população adquira conhecimento sobre este tipo de medicamento, visando a preservar a saúde através de sua própria ação. Por este motivo ao realizar o diagnóstico situacional do PSF Paulo Gonçalves Lage no município de Santo Antônio do Amparo - MG foi então escolhido como o principal problema o uso indiscriminado de benzodiazepínicos e a automedicação sendo traçado um plano de ação com o objetivo de diminuir o uso indiscriminado de benzodiazepínicos e orientar a população da área de abrangência do PSF Paulo Gonçalves Lage quanto aos riscos da automedicação. Para a construção desse projeto foram utilizados trabalhos científicos disponíveis em base de dados como: Biblioteca Virtual em Saúde, Biblioteca Virtual da Universidade Federal de Minas Gerais, SCIELO, Lilacs (Literatura Latino-Americana e do Caribe em Ciências de Saúde), dentre outros, publicados no período de 2004 a 2014. Os artigos disponíveis essas bases de dados, além de publicações em livros e revistas médicas foram selecionados de acordo com sua relevância para construção deste trabalho. Foi utilizado pela equipe o método de Planejamento Estratégico Situacional (PES). Espera-se ainda que os usuários do PSF Paulo Gonçalves Lage: poderão receber mais atividades educativas, voltadas a expor a todos os riscos apresentados à automedicação e uso indiscriminado dos BZD; os usuários que fazem uso de BZD serão atendidos de modo que as receitas sejam prescritas pelo médico de forma correta, evitando renovações desnecessárias e uso indiscriminado; os usuários que necessitam de uso prolongado de BZD serão avaliados periodicamente em consultas médica e encaminhadas ao psiquiatra quando necessário; Com o apoio do NASF o atendimento psicológico será ofertado de forma mais acessível aos usuários de BZD; Os usuários terão consciência de todos os efeitos colaterais e riscos à saúde com o uso indiscriminado de BZD e automedicação.
https://ares.unasus.gov.br/acervo/handle/ARES/8942
06/Jun/2017

  • TÉCNICAS E EQUIPAMENTOS ANALÍTICOS, DIAGNÓSTICOS E TERAPÊUTICOS (E)
  • Terapêutica (E02)
  • Tratamento Farmacológico (E02.319)
  • TÉCNICAS E EQUIPAMENTOS ANALÍTICOS, DIAGNÓSTICOS E TERAPÊUTICOS (E)
  • Terapêutica (E02)
  • Autocuidado (E02.900)

  • ANTROPOLOGIA, EDUCAÇÃO, SOCIOLOGIA E FENÔMENOS SOCIAIS (I)
  • Educação (I02)
  • Educação não Profissionalizante (I02.233)
  • ASSISTÊNCIA À SAÚDE (N)
  • Instituições de Saúde, Recursos Humanos e Serviços (N02)
  • Serviços de Saúde (N02.421)
  • Serviços Preventivos de Saúde (N02.421.726)
  • SAÚDE PÚBLICA (SP)
  • Atenção à Saúde (SP2)
  • Promoção da Saúde (SP2.021)
  • SAÚDE PÚBLICA (SP)
  • Desastres (SP8)
  • Administração de Desastres (SP8.946)
  • Educação em Desastres (SP8.946.234)