FICHA TÉCNICA DO RECURSO

Gravidez na adolescência, suas causas e implicações: uma proposta de intervenção baseada na educação em saúde dos adolescentes na UBS Vereador Felizardo Parente de Aguiar, no município Coreaú-CE
A gravidez é o período durante o qual toda mulher na idade fértil contém um feto em seu corpo (na cavidade uterina) e vai desde a concepção até o parto. Baseado nisto, pretendo realizar um estudo descritivo da gravidez em um grupo de risco que é a adolescência para que assim, diante de ações de educação em saúde, possa diminuir a gravidez neste grupo de risco e as implicações que isto traz para o bebê e a futura mãe. O objetivo é produzir uma análise científica sobre este grupo de jovens da UBS no munícipio Coreaú onde atuamos. Com este projeto informamos os efeitos da gravidez nesta etapa da vida; a responsabilidade de ter uma família e suas implicações. No primeiro momento, os estudos demostram que o problema da gravidez na vida das adolescentes gera consequências como a interrupção dos estudos, tomando como alternativa a participação cedo no mercado laboral. Outro aspecto é que os autores concordam que a gravidez precoce pode provocar um aumento das complicações obstétricas e neonatais, como a mortalidade materna, a prematuridade, a mortalidade neonatal e o baixo peso ao nascer dos recém-nascidos. Pode-se dizer que a gravidez na adolescência é um fenômeno complexo no qual deve existir interação da família, da escola e do governo para que se possa exercer a maternidade responsável.
https://ares.unasus.gov.br/acervo/handle/ARES/9217
07/Jul/2017

  • FENÔMENOS E PROCESSOS (G)
  • Fenômenos Fisiológicos Reprodutivos e Urinários (G08)
  • Fenômenos Reprodutivos Fisiológicos (G08.686)
  • Reprodução (G08.686.784)
  • Gravidez (G08.686.784.769)
  • SAÚDE PÚBLICA (SP)
  • Atenção à Saúde (SP2)
  • Saúde de Grupos Específicos (SP2.006)
  • Saúde do Adolescente (SP2.006.037)

  • TÉCNICAS E EQUIPAMENTOS ANALÍTICOS, DIAGNÓSTICOS E TERAPÊUTICOS (E)
  • Técnicas de Pesquisa (E05)
  • Métodos Epidemiológicos (E05.318)
  • Estatística como Assunto (E05.318.740)
  • Probabilidade (E05.318.740.600)
  • Risco (E05.318.740.600.800)
  • ASSISTÊNCIA À SAÚDE (N)
  • Qualidade, Acesso e Avaliação da Assistência à Saúde (N05)
  • Qualidade da Assistência à Saúde (N05.715)
  • Fatores Epidemiológicos (N05.715.350)
  • Causalidade (N05.715.350.200)
  • ASSISTÊNCIA À SAÚDE (N)
  • Qualidade, Acesso e Avaliação da Assistência à Saúde (N05)
  • Qualidade da Assistência à Saúde (N05.715)
  • Mecanismos de Avaliação da Assistência à Saúde (N05.715.360)
  • Estatística como Assunto (N05.715.360.750)
  • Probabilidade (N05.715.360.750.625)
  • Risco (N05.715.360.750.625.700)
  • ASSISTÊNCIA À SAÚDE (N)
  • Meio Ambiente e Saúde Pública (N06)
  • Saúde Pública (N06.850)
  • Fatores Epidemiológicos (N06.850.490)
  • Causalidade (N06.850.490.625)
  • ASSISTÊNCIA À SAÚDE (N)
  • Meio Ambiente e Saúde Pública (N06)
  • Saúde Pública (N06.850)
  • Métodos Epidemiológicos (N06.850.520)
  • Estatística como Assunto (N06.850.520.830)
  • Probabilidade (N06.850.520.830.600)
  • Risco (N06.850.520.830.600.800)
  • SAÚDE PÚBLICA (SP)
  • Saúde Ambiental (SP4)
  • Fenômenos Biológicos (SP4.102)
  • Fenômenos Ecológicos e Ambientais (SP4.102.072)
  • Ecotoxicologia (SP4.102.072.092)
  • Poluição Ambiental (SP4.102.072.092.693)
  • Riscos Ambientais (SP4.102.072.092.693.334)
  • SAÚDE PÚBLICA (SP)
  • Epidemiologia e Bioestatística (SP5)
  • Epidemiologia (SP5.001)
  • Medidas de Associação, Exposição, Risco ou Desfecho (SP5.001.037)
  • SAÚDE PÚBLICA (SP)
  • Desastres (SP8)
  • Risco (SP8.473)
  • Medição de Risco (SP8.473.327)

  • SAÚDE PÚBLICA (SP)
  • Atenção à Saúde (SP2)