FICHA TÉCNICA DO RECURSO

Tratamento não farmacológico dos pacientes diabéticos da ESF São Francisco em Mauriti – CE
O Brasil assiste, desde a década de 1960, a sua transição demográfica e epidemiológica caracterizada pelo envelhecimento populacional e aumento das doenças crônico- degenerativas. O diabetes mellitus (DM) vem se tornando um dos principais problemas desaúde. De acordo com a Sociedade Brasileira de Diabetes (SBD) o tratamento básico consiste na utilização de uma dieta específica, atividade física e medicação adequada. A não adesão à terapêutica por parte dos pacientes diabéticos interfere na resposta clínica e na qualidade de vida. O objetivo desse trabalho foi verificar se fatores demográficos, socioeconômicos e de saúde estão associados ao tratamento não farmacológico em portadores de DM assistidos pela Estratégia Saúde da Família (ESF) São Francisco. Espera-se que essa intervenção aumente o índice de adesão dos pacientes diabéticos ao tratamento não farmacológico e que as ações que Serão implementadas sejam desenvolvidas por todos os integrantes da equipe de saúde, contribuindo, dessa forma, para um melhor controle da doença e uma melhoria da qualidade de vida dos pacientes.
https://ares.unasus.gov.br/acervo/handle/ARES/9226
14/Jul/2017

  • DOENÇAS (C)
  • Doenças Nutricionais e Metabólicas (C18)
  • Doenças Metabólicas (C18.452)
  • Transtornos do Metabolismo de Glucose (C18.452.394)
  • DOENÇAS (C)
  • Doenças do Sistema Endócrino (C19)


  • ASSISTÊNCIA À SAÚDE (N)
  • Características da População (N01)
  • Saúde (N01.400)
  • SAÚDE PÚBLICA (SP)
  • Atenção à Saúde (SP2)
  • Saúde de Grupos Específicos (SP2.006)