FICHA TÉCNICA DO RECURSO

Promoção do aleitamento materno exclusivo na UBS de São Geraldo: uma proposta de intervenção
O aleitamento materno constitui um dos pilares fundamentais para a promoção da saúde infantil no que diz respeito à prevenção da morbimortalidade. De acordo com a Sociedade Brasileira de Pediatria e a Organização Mundial de Saúde a amamentação deve ser exclusiva até os 06 meses de vida, pois este ato diminui os riscos da criança vir a adoecer principalmente por diarreia e doenças respiratórias agudas nos primeiros anos de vida. Por meio de diagnóstico situacional e tendo em vista os indicadores de desmame precoce na área de abrangência da Estratégia de Saúde da Família de São Geraldo, em Orós-CE, procurou-se elaborar um projeto de intervenção objetivando aumentar os índices de aleitamento materno exclusivo até os seis meses na referida área. Para tanto, foi realizada pesquisa analítica com abordagem quantitativa a partir de dados do Sistema de Informação da Atenção Básica (SIAB) e a partir de então elaborou-se um plano de ação para ser colocado em prática de janeiro a dezembro de 2015, cuja operacionalização se divide em três passos principais que são: capacitação dos agentes de saúde sobre aleitamento materno; grupos operativos de gestantes; intensificação da promoção do aleitamento no puerpério. Assim, espera-se combater o desmame precoce e promover o aleitamento materno exclusivo aumentando os índices iniciais em pelo menos 50% além de proporcionar uma maior integração entre equipe de Estratégia de Saúde da Família e população.
https://ares.unasus.gov.br/acervo/handle/ARES/9236
14/Jul/2017
  • Aleitamento Materno
  • Saúde da Criança
  • Saúde Materno-Infantil
  • Desmame