FICHA TÉCNICA DO RECURSO

Promovendo a adesão terapêutica anti - hipertensiva na Estratégia Saúde da Família Lagoa Grande, município de Minas Novas - Diamantina - Minas Gerais
A hipertensão arterial sistêmica é uma das principais causas de mortalidade no mundo, em que cerca de 60 a 80% dos casos podem ser tratados na rede básica, principalmente em decorrência de eventos cardiovasculares. Sua prevalência varia conforme a região pesquisada. Dentre os fatores de risco se incluem a obesidade, tabagismo, estresse, uso excessivo de álcool, sedentarismo e hábitos alimentares incorretos. O tratamento se baseia em medidas farmacológicas e não farmacológicas. Por se tratar de doença muitas vezes assintomática, o tratamento é frequentemente negligenciado. O principal objetivo do presente estudo foi o desenvolvimento de um plano de intervenção para implantação de um programa de adesão ao tratamento anti-hipertensivo pelos pacientes em acompanhamento na Estratégia Saúde da Família Lagoa Grande, município de Minas Novas. Apresentamos uma revisão bibliográfica e análise de evidências científicas sobre hipertensão arterial sistêmica, bem como ações de saúde junto aos hipertensos, considerando a singularidade de cada um. Desta forma acreditamos que a adesão ao tratamento anti-hipertensivo torna-se necessário visando à intervenção no sentido de modificar o estilo de vida do grupo de hipertensos e a aderência ao tratamento anti-hipertensivo pelos pacientes em acompanhamento na Estratégia Saúde da Família Lagoa Grande, município de Minas Novas.
https://ares.unasus.gov.br/acervo/handle/ARES/9511
29/Aug/2017
  • Hipertensão
  • Estratégia Saúde da Família