FICHA TÉCNICA DO RECURSO

Organizando uma proposta de intervenção grupal
O objeto começa identificando que a organização de uma proposta de intervenção grupal tem relação direta com seu planejamento, tanto em possibilidades, como em limites. Mostra então aspectos como definição de objetivos principal e específicos, definição de lugar e horário, critérios e estratégias de inclusão e números de participantes.Lembra ainda que em um trabalho com grandes grupos, torna-se necessário que o profissional tenha uma preparação técnica específica e recomenda que uma proposta grupal gire em torno de 10 a 15 pessoas. Termina recomendando o estabelecimento de um número previsível de encontros com o mesmo grupo de pessoas e exemplifica uma proposta de organização grupal, além de aconselhar o uso de dias específicos do encontro para cada atividade e como é necessário que o profissional da atenção básica envolvido esteja sempre atento às modificações necessárias para melhor se adequar aos contextos. Unidade 2 do módulo 13 que compõe o Curso de Especialização em Saúde da Família.

  • ASSISTÊNCIA À SAÚDE (N )
  • Características da População (N01 )
  • Saúde (N01.400 )
  • SAÚDE PÚBLICA (SP )
  • Atenção à Saúde (SP2 )
  • Saúde de Grupos Específicos (SP2.006 )

  • ASSISTÊNCIA À SAÚDE (N )
  • Meio Ambiente e Saúde Pública (N06 )
  • Saúde Pública (N06.850 )

  • ASSISTÊNCIA À SAÚDE (N )
  • Administração de Serviços de Saúde (N04 )
  • Organização e Administração (N04.452 )
  • Prática Profissional (N04.452.758 )
https://ares.unasus.gov.br/acervo/handle/ARES/952
19/Dec/2013