FICHA TÉCNICA DO RECURSO

Proposta de intervenção para melhorar o tratamento não medicamentoso dos idosos portadores de hipertensão arterial da Equipe Saúde da Família Colônia, município Ubá, Minas Gerais
A hipertensão arterial é um grave problema de saúde pública e afeta mais de 30 milhões de brasileiros. O descontrole da pressão arterial tem origem principalmente devido aos maus hábitos de vida (alimentares e sedentarismo). Este trabalho teve como objetivo elaborar uma proposta de intervenção com vistas a melhorar o tratamento não medicamentoso dos idosos portadores de hipertensão arterial na ESF Colônia. Para isso elaborou-se o diagnóstico situacional da comunidade utilizando o método da estimativa rápida examinando as fontes secundárias de informação, observação ativa e entrevista com informantes-chave. Procedeu-se uma revisão da literatura consultando-se as bases de dados do Google Acadêmico, Scientific Eletronic Library Online (SCIELO) e Biblioteca Virtual em Saúde (BVS) e o uso dos descritores: hipertensão arterial, idosos, hábitos e estilos de vida, tratamento não medicamentoso. A proposta de intervenção teve como base o Planejamento Estratégico Situacional. A partir do diagnóstico situacional e dos critérios utilizados foi priorizado o problema do descontrole da pressão arterial entre idosos sendo selecionados os seguintes nós críticos: aumento exagerado do peso, sedentarismo, maus hábitos alimentares e baixo nível de conhecimento sobre a doença. A proposta contempla quatro projetos: educando para modificar hábitos, Movimente-se e viva melhor, Peso ideal e Mais conhecimento e será desenvolvida pela ESF e equipe multiprofissional do Núcleo de Apoio a Saúde da Família. Espera-se com a execução desta proposta a redução de, no mínimo, 15% do peso corporal e do sedentarismo. E, além disso, melhorar os hábitos alimentares. Isso nos permitirá melhorar as cifras tensionais nos idosos portadores de hipertensão arterial na ESF Colônia, promover e alcançar um melhor controle da doença, elevar o nível de conhecimento da população com relação à sua patologia e elevar a qualidade de vida nos idosos.
https://ares.unasus.gov.br/acervo/handle/ARES/9532
29/Aug/2017

  • DOENÇAS (C)
  • Doenças Cardiovasculares (C14)
  • Doenças Vasculares (C14.907)

  • DENOMINAÇÕES DE GRUPOS (M)
  • Pessoas (M01)
  • Grupos Etários (M01.060)
  • Adulto (M01.060.116)