Página de busca








Adicionar novo filtro:

749 RESULTADOS (41 a 50)
  • Moré, Carmen L. O. O.
    19/Dec/2013
    O objeto começa identificando que a organização de uma proposta de intervenção grupal tem relação direta com seu planejamento, tanto em possibilidades, como em limites. Mostra então aspectos como definição de objetivos principal e específicos, definição de lugar e horário, critérios e estratégias de inclusão e números de participantes.Lembra ain...
  • Moré, Carmen L. O. O.
    19/Dec/2013
    O objeto apresenta de início uma lista evidenciando vários aspectos a serem levados em conta quando da condução de um grupo, todos independentes de sua classificação ou objetivos. Segue mencionando regras de encontro grupal e identifica a extensão de 1 hora e meia [90 minutos] como ideal para a duração de um encontro. Destaca ainda que o reconhe...
  • Moré, Carmen L. O. O.
    19/Dec/2013
    Este objeto inicia mostrando que existem aspectos técnicos significativos na condução das etapas da proposta de intervenção e características pessoais importantes para a coordenação de grupos. Discorre sobre a figura do coordenador de um grupo, da necessidade deste ser um grande organizador de diálogos de sentido e com habilidades pessoais de co...
  • Moré, Carmen L. O. O.
    19/Dec/2013
    Este objeto começa mostrando que os grupos se classificam ou se categorizam conforme seu objetivo ou estratégia de ação, e explica que a abordagem, a duração e o objetivo de um grupo é que irão organizar ou caracterizar o seu funcionamento e as regras para alcançar as metas. Segue detalhando as características e conceitos de organização: aberto ...
  • Ramos, Flávia Regina Souza
    19/Dec/2013
    Este objeto começa abordando as substâncias psicoativas na história da humanidade, seu uso por diversas civilizações e chega à atualidade observando que os consumidores se encontram em um nível de 10% da população dos centros urbanos de todo o mundo, sendo que o álcool evidencia-se como um fator agravante e causador de doenças e comportamento de...
  • Ramos, Flávia Regina Souza
    19/Dec/2013
    Este objeto começa expondo que no final da década de 1980 e início de 1990 a situação da Saúde Pública voltada ao adolescente tinha maior visibilidade, e a importância da compreensão da juventude como fenômeno existencial. Em 1989 o Programa de Saúde do Adolescente (PROSAD) foi criado, possibilitando inclusive a identificação de grupos de risco,...
  • Cardoso, Jane
    19/Dec/2013
    O objeto comenta que a abordagem sindrômica é a recomendação do Ministério da Saúde para o tratamento das DSTs. Lista então algumas doenças e as principais maneiras de preveni-las e tratá-las, como: úlceras genitais, sífilis, cancro mole, gonorreia, donovanose, linfogranuloma venéreo e Infecção pelo Papilomavírus Humano (HPV). Expõe uma abordage...
  • Cardoso, Jane
    19/Dec/2013
    O objeto começa abordando os novos hábitos de consumo, inclusive com reflexos na alimentação durante a adolescência devido ao crescimento rápido e de muitas modificações corporais. Lembra ainda que as frequências crescentes do excesso de peso e de obesidade também preocupam, assim como o hábito de fazer regime para emagrecer. Indica que uma alim...
  • Cardoso, Jane
    19/Dec/2013
    O objeto inicia citando os acidentes na adolescência como um dos principais problemas de saúde pública, principalmente no espaço extradomiciliar, mas ressalta que tais eventos são passíveis de prevenção e indica alguns meios, inclusive a implementação de políticas de saúde e educação para prevenir os acidentes e a violência. Segue mostrando meio...
  • Moré, Carmen L. O. O.
    19/Dec/2013
    Este objeto inicia mencionando as visões de Zimerman e Osório sobre o grupo na saúde mental. Relembra que muito das técnicas e teorias que hoje temos descendem de teorias psicológicas que inicialmente se preocuparam com o olhar para o indivíduo e não para os grupos. Segue detalhando as quatro linhas de grupos psicoterápicos no campo da saúde men...