Página de busca








Adicionar novo filtro:

488 RESULTADOS (21 a 30)
  • Moré, Carmen L. O. O.
    19/Dec/2013
    Objeto tem início com uma abordagem da importância do planejamento para a expressão subjetiva individual em uma participação grupal, de maneira que o grupo seja o espaço da trama grupal da expressão da dimensão individual, que depende muito da qualificação técnica dos profissionais que trabalham nesse contexto. Segue mostrando questões de cuida...
  • Moré, Carmen L. O. O.
    19/Dec/2013
    Este objeto começa mostrando que os grupos se classificam ou se categorizam conforme seu objetivo ou estratégia de ação, e explica que a abordagem, a duração e o objetivo de um grupo é que irão organizar ou caracterizar o seu funcionamento e as regras para alcançar as metas. Segue detalhando as características e conceitos de organização: aberto ...
  • Ramos, Flávia Regina Souza
    19/Dec/2013
    Este objeto inicia abordando a complexidade do conceito de adolescência, que não se limita às transformações físicas, psicológicas e sociais, mas também em especial a sexualidade. Apresenta um quadro com quatro pontos: Puberdade; Genitalidade; Sexualidade e Identidade sexual, e traça uma deficição de cada um. Aborda ainda as alterações hormonais...
  • Moré, Carmen L. O. O.
    19/Dec/2013
    Este objeto inicia evidenciando a união entre os benefícios do trabalho com grupos e os conceitos presentes hoje no campo da saúde coletiva. Lembra que a promoção da saúde propõe que as soluções sejam construídas em conjunto e que não se deve ignorar o saber da prevenção, mas sim tomar cuidado para que não se recaia numa postura autoritária. Rep...
  • Coelho, Elza Berger Salema
    19/Dec/2013
    Este objeto inicia apontando que somente a partir da resolução WHA 49.25, promulgada em 1996 pela Assembleia Mundial de Saúde é que a violência deixou de ser vista como um fenômeno social e passou a ser determinada como um problema de saúde pública. Mostra então um quadro com quatro pontos importantes sobre violência contra o idoso e lembra aind...
  • Moré, Carmen L. O. O.
    19/Dec/2013
    O objeto começa por especificar que na atenção básica observa-se a utilização de três modalidades de classificações de grupo: educação para a saúde; psicoterapêuticos e específicos de informação e adesão a tratamento. Detalha cada um desses grupos e termina lembrando que muitas vezes eles são inapropriadamente denominados “grupos de autoajuda”,p...
  • Ramos, Flávia Regina Souza
    19/Dec/2013
    O objeto inicia mostrando que a educação permanente da equipe é indispensável na busca do desenvolvimento das relações, que ações de prevenção e de promoção de saúde têm por objetivo estimular o potencial criativo e resolutivo dos adolescentes e também os métodos e atividades educativas com o adolescente, além da importância de envolver a escola...
  • Ramos, Flávia Regina Souza
    19/Dec/2013
    Este objeto começa abordando as substâncias psicoativas na história da humanidade, seu uso por diversas civilizações e chega à atualidade observando que os consumidores se encontram em um nível de 10% da população dos centros urbanos de todo o mundo, sendo que o álcool evidencia-se como um fator agravante e causador de doenças e comportamento de...
  • Ramos, Flávia Regina Souza
    19/Dec/2013
    Este objeto começa expondo que no final da década de 1980 e início de 1990 a situação da Saúde Pública voltada ao adolescente tinha maior visibilidade, e a importância da compreensão da juventude como fenômeno existencial. Em 1989 o Programa de Saúde do Adolescente (PROSAD) foi criado, possibilitando inclusive a identificação de grupos de risco,...
  • Cardoso, Jane
    19/Dec/2013
    O objeto comenta que a abordagem sindrômica é a recomendação do Ministério da Saúde para o tratamento das DSTs. Lista então algumas doenças e as principais maneiras de preveni-las e tratá-las, como: úlceras genitais, sífilis, cancro mole, gonorreia, donovanose, linfogranuloma venéreo e Infecção pelo Papilomavírus Humano (HPV). Expõe uma abordage...