Navegando por Instituição: "Núcleo Telessaúde Estadual do Rio Grande do Sul"

338 RESULTADOS (302 a 321)
  • Núcleo Telessaúde Estadual do Rio Grande do Sul
    26/Nov/2014
    O vídeo apresenta um histórico sobre o tabagismo, cita a composição da fumaça do cigarro que é inalado e que prejudica a saúde dos fumantes ativos e passivos. Analisa o tabagismo, principal causa de morte evitável no mundo, com ênfase em atenção primária à saúde. Destaca os principais riscos para saúde decorrentes do hábito de fumar e reúne inf...
  • Agostinho, Milena Rodrigues
    19/Sep/2017
    Acne é a dermatose mais comum, acometendo cerca de 80% dos adolescentes e adultos jovens. É caracterizada por lesões não-inflamatórias e por lesões inflamatórias tipicamente localizadas na face, pescoço, dorso, tórax e braços. A etiologia da acne vulgar resulta da associação dos seguintes fatores: hiperqueratinização e obstrução do infundíbulo f...
  • TelessaúdeRS-UFRGS
    06/Feb/2018
    As doenças cerebrovasculares são a principal causa de morte no Brasil e uma das principais no mundo. Além disso, podem provocar sequelas permanentes, o que gera necessidade de adaptação familiar, demanda constante do sistema de saúde e custos. O acidente vascular cerebral (AVC) compartilha com as doenças cardiovasculares os fatores de risco, com...
  • TelessaúdeRS-UFRGS
    06/Feb/2018
    A ansiedade pode ser vista como sintoma psiquiátrico ou como reação emocional não patológica associada a diversos contextos de vida. Ela representa um sinal de alarme a determinado estímulo percebido pelo indivíduo como perigoso. Em geral, é composta por uma combinação variável de sintomas físicos, pensamentos catastróficos e alterações de comp...
  • Agostinho, Milena Rodrigues
    19/Sep/2017
    A artrite reumatoide é uma doença autoimune inflamatória crônica caracterizada por sinovite periférica que, sem tratamento, evolui para erosões ósseas com deformidades irreversíveis. A doença tem prevalência estimada de 1% na população brasileira adulta. Acomete três vezes mais as mulheres do que os homens. Seu pico de incidência é entre os 30 a...
  • TelessaúdeRS-UFRGS
    30/Apr/2019
    Asma é uma doença respiratória crônica frequente no atendimento da Atenção Primária à Saúde (APS) com prevalência nacional de 4,4% em adultos e cerca de 20% em crianças e adolescentes. Conforme a gravidade da doença, apresenta diversos graus de incapacidade e piora na qualidade de vida. A doença tem características heterogêneas, usualmente com i...
  • TelessaúdeRS-UFRGS
    18/Apr/2019
    A insônia é o mais prevalente dos transtornos do sono. É definida como a insatisfação com a qualidade ou a quantidade de sono, que ocorre a despeito de adequada oportunidade para dormir e que impõe ao indivíduo algum tipo de prejuízo durante o dia. A prevalência da insônia crônica em sociedades industrializadas é de 5% a 10%. Entre pessoas porta...
  • Agostinho, Milena Rodrigues
    19/Sep/2017
    A cardiopatia isquêmica é importante causa de morbimortalidade no Brasil. Em função da sua prevalência, casos estáveis devem ser manejados na Atenção Primária à Saúde (APS). A principal etiologia é a aterosclerose, mas podem ocorrer eventos por espasmo coronariano, alteração da relação da oferta de oxigênio e demanda miocárdica ou trombose coron...
  • TelessaúdeRS-UFRGS
    28/Feb/2018
    Na Atenção Primária à Saúde são comuns os atendimentos para avaliação de quadros por suspeita de epilepsia após um episódio paroxístico de abalos musculares ou por perda súbita de consciência. Entretanto, nem todo paroxismo é uma crise epiléptica e nem toda crise epiléptica é epilepsia. A epilepsia apresenta uma prevalência mundial em torno de 0...
  • TelessaúdeRS-UFRGS
    17/Jan/2018
    Os transtornos depressivos são condições comuns que apresentam curso crônico e recorrente. Representam um problema de saúde pública altamente limitante e muitas vezes incapacitante. Estima-se uma prevalência de cerca de 6% em um ano e de cerca de 16% durante a vida, sendo duas a três vezes mais frequente em mulheres do que em homens. Em amostra...
  • TelessaúdeRS-UFRGS
    17/Jan/2018
    Dermatofitoses são infecções cutâneas superficiais causadas por fungos denominados genericamente de dermatófitos (gêneros: Microsporum, Trichophyton e Epidermatophyton) que afetam tecidos queratinizados como pele, cabelos e unhas. Uma vez que estes fungos são encontrados em humanos, animais e no ambiente, o principal fator de risco para o desenv...
  • TelessaúdeRS-UFRGS
    18/Apr/2019
    Os quadros hiperglicêmicos que são diagnosticados na gravidez são classificados pela Organização Mundial da Saúde (OMS) em duas categorias: Diabetes Mellitus (DM) na gestação – hiperglicemia compatível com DM fora na gestação, mas que o diagnóstico é feito na gestação (overt Diabetes em inglês) – e Diabetes Mellitus Gestacional” (DMG) – estado d...
  • TelessaúdeRS-UFRGS
    18/Apr/2019
    A Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC) é caracterizada por sintomas respiratórios, como dispneia, tosse e expectoração, e pela limitação persistente ao fluxo aéreo, que não é completamente reversível. É uma doença progressiva, decorrente à resposta inflamatória anormal das vias aéreas e dos pulmões a partículas nocivas e gases inalados. Afe...
  • TelessaúdeRS-UFRGS
    06/Feb/2018
    A fissura anal é uma laceração do revestimento do canal anal inferior. É uma das patologias benignas anorretais mais comuns e, em muitos casos, resolve-se espontaneamente. Sua prevalência é igual entre os sexos e é mais comum em adultos jovens. A grande maioria das fissuras são primárias e causadas por trauma local, como constipação, diarreia ou...
  • TelessaúdeRS-UFRGS
    28/Feb/2018
    Hemorroidas são coxins vasculares normais do canal anal. São formados por espaços vasculares (sinusoides), tecido elástico e conjuntivo, e músculo liso. Sua função é proteger os esfíncteres anais subjacentes e contribuir para a continência fecal. Reservamos o termo “doença hemorroidária” para quando existem sintomas relacionados à sua presença. ...
  • TelessaúdeRS-UFRGS
    17/Jan/2018
    As hepatites virais apresentam formas clínicas diversas, desde infecções assintomáticas até quadros de hepatopatia avançada, como cirrose e hepatocarcinoma. A equipe de atenção primária deve investigar pessoas com sinais e sintomas comuns da infecção, bem como assintomáticos que fazem parte de grupos de risco. O TeleCondutas: hepatite B é um mat...
  • TelessaúdeRS-UFRGS
    06/Feb/2018
    Hipertireoidismo é o excesso de função da glândula tireoide. É a principal causa de tireotoxicose, que, por sua vez, é a manifestação clínica do excesso de hormônios tireoidianos. O hipertireoidismo é mais comum em mulheres do que em homens (razão de 5:1), tendo como principais causas a Doença de Graves, etiologia típica em mulheres jovens com ...
  • TelessaúdeRS-UFRGS
    17/Jan/2018
    Hipotireoidismo é a doença tireoidiana mais comum com prevalência de 2% na população geral e 15% em pessoas com mais de 60 anos. A doença acomete oito vezes mais mulheres do que homens. A principal forma de apresentação do hipotireoidismo é decorrente de alterações primárias na glândula tireoide (hipotireoidismo primário), podendo também ocorrer...
  • TelessaúdeRS-UFRGS
    17/Jan/2018
    A Lesão por Pressão é um dano localizado na pele e/ou tecidos moles subjacentes, geralmente sobre uma proeminência óssea, relacionada ao uso de dispositivo médico ou a outro artefato. É um problema de saúde frequente no atendimento da Atenção Primária à Saúde, especialmente identificado em visitas domiciliares na avaliação de pacientes acamados,...
  • TelessaúdeRS-UFRGS
    18/Apr/2019
    Trata-se de uma condição comum, encontrada em 5% das mulheres e 1% dos homens. Se avaliada por ecografia, a prevalência aumenta para 19% a 68%. A principal preocupação com nódulos de tireoide é a possibilidade de neoplasia maligna de tireoide. Apesar disso, a frequência de câncer de tireoide é baixa – 7% a 15 % do total de nódulos – e a maioria ...