FICHA TÉCNICA DO RECURSO

Modelos conceituais em saúde
(dc.audience.context )
Profissionais da Equipe de Saúde da Família (ESF) e profissionais do Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF), que atuam na Atenção Básica.
(dc.audience.educationLevel )
Educação superior
(dc.audience.occupation )
Assistente social
Farmacêuticos
Fisioterapeutas
Fonoaudiólogos
Cirurgião dentista - clínico geral
Enfermeiro
Nutricionistas
Terapeuta ocupacional
Psicólogo clínico
Médicos clínicos
Médico acupunturista
Médico geriatra
Médico ginecologista e obstetra
Médico homeopata
Médico clínico
Médico pediatra
Médico psiquiatra
Médico veterinário
Profissionais da educação física
Educador social
Médico sanitarista
(dc.contributor.author )
Verdi, Marta Inez Machado
Da Ros, Marco Aurélio
Cutolo, Luiz Roberto Agea
(dc.contributor.eadIllustrator )
Paschoal, Rafaella Volkmann
Sawczen, Fabrício
Alves, Maraysa
(dc.contributor.graphicalDesigner )
Sawczen, Fabrício
Alves, Maraysa
(dc.contributor.instructionalDesigner )
Capillé, Marcelo
(dc.date.accessioned )
2014-05-14T18:14:53Z
(dc.date.available )
2014-05-14T18:14:53Z
(dc.date.issued )
2012
(dc.description.abstract )
Tópico 1 – A Epistemologia da Saúde: as diversas formas de pensar saúde O tópico apresenta a definição de epistemologia, enquanto disciplina que organiza a forma de pensar, os paradigmas e as diversas linhas de pensamento epistemológico para estabelecer importância de analisar, epistemologicamente, a atuação na área de saúde, exemplificando por meio da análise do tratamento de tuberculose de um ponto de vista individual, conforme o modelo hegemônico das últimas décadas, centrado no conceito de combate a doença e a seus agentes patogênicos – associado, em termos epistemológicos, ao modelo biomédico, em oposição a um novo ponto de vista coletivo/social, centrado no conceito de promoção de saúde por meio políticas públicas, epistemologicamente, associado ao modelo de determinação social das doenças. É apresentado, também, um histórico das diferentes visões do binômio doença/saúde, desde a Antiguidade até o século XX, no qual se verifica a hegemonia da Teoria Unicausal para as doenças. Tópico 2 – Modelo Biomédico Neste tópico, é apresentada a origem do modelo biomédico, suas características ainda muito presentes na sociedade contemporânea e seus reflexos na maneira de entender a relação saúde/doença. É mostrada, assim, sua base: positivista, fragmentadora por especialização, mecanicista, biologista, tecnicista, individualista, curativista e hospitalocêntrica, sendo explicado, também, como essa abordagem nega os conceitos norteadores da saúde pública, da saúde mental e das ciências sociais, assim como outros modelos de saúde, por estar centrada na figura do médico, marcando uma posição autoritária e unidisciplinar, apoiada no complexo médico industrial das sociedades capitalistas. Tópico 3 – Modelo de determinação social da doença O tópico apresenta a nova forma de pensar o processo saúde/doença, originária da Europa, durante o século XIX, que, com base no pensamento e atuação de Virchow e Neumann, na Prússia, passou a relacionar o conceito de doença ao modo de vida, estabelecendo, assim, a determinação social, cultural e econômica das doenças, buscando promover saúde a partir do saneamento urbano, da diminuição da carga horária de trabalho, de melhoria das condições de habitação e alimentação Apresenta-se, então, o surgimento da primeira Lei de Saúde Pública que atribui ao Estado a responsabilidade pela saúde do cidadão. Esse conjunto de ideias e fatos, caracterizado como inspirador do SUS, que teve seu apogeu entre 1830 e 1870, sendo, posteriormente, enfraquecido pela teoria pasteuriana unicausal e novamente retomado nos anos de 1940, pelas ciências sociais, não nega o conceito de atenção individual em saúde, desde que contextualizado. Tópico 4 – Promoção de Saúde Neste tópico, são apresentados dois diferentes modelos conceituais de promoção de saúde: o sistema coletivo brasileiro e os modelos canadenses, utilizados desde as décadas de 1970/80. O modelo brasileiro procura romper com o conceito de três níveis de prevenção e realizar a superação do modelo biomédico, ainda muito arraigado. São apresentadas, também, duas tendências na formulação da promoção de saúde: uma centrada no comportamento do indivíduo e em seu estilo de vida priorizando aspectos educativos, ficando mais próxima ao modelo preventivo; outra com enfoque mais amplo de desenvolvimento de políticas públicas para garantia de condições favoráveis de saúde e melhoria da qualidade de vida. Ambas as tendências remetem ao social, porém atribuindo-lhe diferentes significados. Unidade 1 do módulo 2 que compõe o Curso de Especialização Multiprofissional em Saúde da Família.
(dc.description.sponsorship )
Ministério da Saúde/OPAS/OMS
(dc.description.version )
2.0
(unasus.educationalDescription )
•Conhecer o modelo da determinação social da doença em contraponto ao modelo biomédico e a influência das relações sociais na constituição desses modelos de saúde. •Compreender, a partir de uma perspectiva histórica, a complexidade da organização da sociedade e sua relação com o processo saúde–doença. •Compreender o processo de construção das políticas de saúde e do SUS, numa perspectiva histórico-social. •Reconhecer características, eixos e diretrizes da Atenção Primária da Saúde como modelo da Atenção Básica do SUS. •Compreender a Estratégia Saúde da Família em termos conceituais, contextuais e operacionais como modelo da Atenção Básica.
(unasus.evaluation )
2012::Marcia Regina Luz::expert
2012::Elza Berger Salema Coelho::expert
2012::Rosângela Leonor Goulart::expert
2012::Sandra Noemi Cuccurullo de Caponi::expert
2012::Marco Aurélio de Anselmo Peres::expert
2012::Marco Aurélio de Anselmo Peres::expert
2012::Sandra Noemi Cuccurullo de Caponi::expert
(dc.format.extent )
Conteúdo Online do módulo Saúde e Sociedade. Unidade 1 do módulo 2 que compõe o Curso de Especialização Multiprofissional em Saúde da Família. Arquivo .zip contendo página html com recursos de texto, imagens e animações em flash.
(dc.identifier )
https://unasus2.moodle.ufsc.br/pluginfile.php/9663/mod_resource/content/10/Unidade%201/top1_1.html
(dc.identifier.uri )
https://ares.unasus.gov.br/acervo/handle/ARES/1177
(dc.language.iso )
pt_BR
(unasus.learningResourceType )
Material multimídia
(dc.location.country )
BRA
(dc.mediator )
Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)
(dc.relation.haspart )
https://ares.unasus.gov.br/acervo/handle/ARES/1157
(dc.rights.holder )
Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC
(dc.rights.license )
https://unasus.ufsc.br/saudedafamilia/files/2014/01/termo_de_cessao_de_direitos_autorais-NASF.pdf
(dc.rights.type )
Cessão parcial não exclusiva
(dc.subject.classification )
Atenção Primária / Saúde da Família
(dc.subject.decs )
Atenção Primária à Saúde
Saúde da Família
Educação a Distância
(dc.subject.keyword )
Modelos Conceituais em Saúde
Saúde e Sociedade
(unasus.technicalRequirement )
Para a visualização desse recurso é necessário navegador que suporte html4 ou superior e Adobe Flash Player.
(dc.title )
Modelos conceituais em saúde
(unasus.typicalLearningTime )
6h