FICHA TÉCNICA DO RECURSO

INFLUÊNCIA DOS HÁBITOS FAMILIARES SOBRE A OBESIDADE INFANTO-JUVENIL DE UMA ESCOLA MUNICIPAL DE DOURADOS-MS
A obesidade é definida como o acúmulo anormal ou excessivo de gordura que pode prejudicar a saúde e está sendo considerada como um grande problema entre crianças e adolescentes dos países ocidentais. Vários fatores podem ser atribuídos a este aumento, entre os quais estão: os hábitos alimentares não saudáveis e o sedentarismo. Além disso, o ambiente familiar compartilhado e a influência dos pais nos padrões de estilo de vida dos filhos, incluindo a escolha de alimentos e o nível de atividade física exerce forte influência sobre o estado nutricional de sua prole. O Programa Saúde na Escola (PSE) resulta do trabalho integrado entre o Ministério da Saúde e o Ministério da Educação, na perspectiva de ampliar as ações específicas de saúde aos alunos da rede pública de ensino. Diante disso, desenvolveu-se um projeto de intervenção com o objetivo principal de avaliar a influência dos pais nos hábitos alimentares dos escolares de uma escola municipal de Dourados/MS, diagnosticados com sobrepeso e obesidade segundo os dados do Programa Saúde na Escola (PSE). Através do desenvolvimento deste projeto de intervenção, identificou-se que tanto o estado nutricional quanto os hábitos alimentares dos pais coincidem com as características das crianças e adolescentes sobrepesos avaliados nesta instituição de ensino e que a escola é um ambiente propício e adequado para o desenvolvimento de práticas educativas, visando à promoção da saúde e a prevenção de doenças, possibilitando o controle de uma epidemia global que é a obesidade infanto-juvenil.
https://ares.unasus.gov.br/acervo/handle/ARES/10306
27/Feb/2018
  • Obesidade
  • Saúde da Criança
  • Educação em Saúde