FICHA TÉCNICA DO RECURSO

Estratégias educativas para incentivar o aleitamento materno em gestantes e mães de bebês até seis meses de vida
O AME é a melhor maneira de proporcionar o alimento ideal para o crescimento e desenvolvimento dos RN, além de trazer benefícios para a mãe. A OMS recomenda o AME até os seis meses de vida. O abandono do aleitamento materno, ainda, é responsável por um alto índice de morbidade e mortalidade. O sucesso do início e manutenção da amamentação depende de parcerias realizadas pelos profissionais da saúde, puérperas e demais familiares, evitando o desmame precoce. Objetivo do trabalho: estabelecer estratégias educativas para incentivar o aleitamento materno em gestantes e mães de bebês até seis meses de vida. Percebe-se que a educação em saúde é de extrema importância para assegurar o sucesso da amamentação. É um estudo de intervenção na comunidade. Realizado no Posto Maciel de Brito no município de Fortaleza-Ceará. A população será constituída por gestantes e mães de bebês até seis meses de vida. Serão realizadas reuniões com a equipe de saúde com discussão sobre aleitamento materno e desenvolvidas atividades educativas, através de grupos com palestras, distribuição de folders, vídeos educativos, abordagem durante as consultas e visitas domiciliares. A intervenção será avaliada com a aplicação de um questionário. Pesquisa realizada conforme a resolução 196/96 sobre pesquisa com seres humanos. Com esta intervenção, espera-se haver uma melhor adesão dessas pacientes ao AME, com impacto direto no aumento no número de mães que praticam o aleitamento materno.
https://ares.unasus.gov.br/acervo/handle/ARES/11427
04/Dec/2018
  • Saúde da Criança
  • Educação em Saúde
  • Lactação