FICHA TÉCNICA DO RECURSO

Hipertensão Arterial Sistêmica: diminuindo a incidência e complicações da doença no município de Quitandinha/PR
Este trabalho trata-se de um projeto de intervenção, que foi realizado na Comunidade de Turvo, localizada no município de Quitandinha, Estado Paraná no primeiro trimestre do ano 2017. A equipe de trabalho atende esta comunidade, composta por uma população total de 976 famílias, 2891 habitantes, 1474 homens e 1417 mulheres. A faixa etária se divide em: menores de 20 anos 577 pessoas, 1837 entre 20 e 59 anos, e 477 pessoas de mais de 60 anos. Das cinco queixam mais comum que levaram a população a procurar sua unidade de saúde no ano 2016 a Hipertensão Arterial descompensada foi a principal, também foi umas das cinco principais causas de morbidade e a queixa de internação mais frequente desse ano. A Hipertensão arterial é o principal problema de saúde de nossa comunidade com uma prevalência no ano 2016 de 569 portadores. O objetivo deste trabalho é desenvolver um projeto de intervenção na estratégia de Saúde da Família quatro Quitandinha, Paraná para diminuir o surgimento de casos novos de HAS e prevenir a descompensação causada pela doença. A metodologia adotada foi o projeto de intervenção, realizado durante o primeiro trimestre do ano 2017, onde nos obtivemos como metas diminuir o surgimento de casos novos e prevenir a descompensação dos casos existentes, para isto tomamos estratégias de trabalho como consultas agendadas, visitas domiciliar, reunião mensal com grupos, atividades educativas individual e coletivas sobre dieta saudável e importância de fazer tratamento certo, fazer atividades recreativas e desportivas para que apreciem a importância de prevenção de sedentarismo e reduzir estres. Divulgação de informações sobre Hipertensão Arterial na rádio local. Para dar cumprimento a estas estratégias contamos com a participação de Medica, Enfermagem, Agente comunitária, Professor de educação física e da Comunidade em geral. Este trabalho contribui-o com a redução da incidência, prevalência e descompensação da hipertensão arterial sistêmica na comunidade, melhorando a adesão dos pacientes ao tratamento, reduzindo os fatores de risco e melhorando os hábitos de vida da população e a saúde de forma geral.

  • ANTROPOLOGIA, EDUCAÇÃO, SOCIOLOGIA E FENÔMENOS SOCIAIS (I )
  • Educação (I02 )
  • Educação não Profissionalizante (I02.233 )
  • ASSISTÊNCIA À SAÚDE (N )
  • Instituições de Saúde, Recursos Humanos e Serviços (N02 )
  • Serviços de Saúde (N02.421 )
  • Serviços Preventivos de Saúde (N02.421.726 )
  • SAÚDE PÚBLICA (SP )
  • Atenção à Saúde (SP2 )
  • Promoção da Saúde (SP2.021 )
  • SAÚDE PÚBLICA (SP )
  • Desastres (SP8 )
  • Administração de Desastres (SP8.946 )
  • Educação em Desastres (SP8.946.234 )

  • DOENÇAS (C )
  • Doenças Cardiovasculares (C14 )
  • Doenças Vasculares (C14.907 )

https://ares.unasus.gov.br/acervo/handle/ARES/13197
15/May/2019