FICHA TÉCNICA DO RECURSO

Redes de atenção à violência por parceiro íntimo
As informações contidas nesse curso abordam a atenção às pessoas em situação de violência a partir de uma rede que precisa ser, em primeiro momento, reconhecida pelos profissionais e pela comunidade, para então ser articulada e integrada de forma a possibilitar o acesso e a atenção integral. A atenção às pessoas em situação de violência, um dos graves problemas de saúde, exige um trabalho em rede baseado na cooperação entre organizações que, por meio da articulação política, negociam e partilham recursos de acordo com os interesses e necessidades. Uma política eficiente de combate e prevenção à violência deve buscar a ampliação das portas de entrada e a articulação destas, em rede, de forma a garantir a atenção integral e evitar a revitimização das pessoas em situação de violência.
https://ares.unasus.gov.br/acervo/handle/ARES/13950
03/Dec/2019
2018

  • ANTROPOLOGIA, EDUCAÇÃO, SOCIOLOGIA E FENÔMENOS SOCIAIS (I)
  • Ciências Sociais (I01)
  • Criminologia (I01.198)
  • Crime (I01.198.240)
  • ANTROPOLOGIA, EDUCAÇÃO, SOCIOLOGIA E FENÔMENOS SOCIAIS (I)
  • Ciências Sociais (I01)
  • Sociologia (I01.880)
  • Problemas Sociais (I01.880.735)

  • ANTROPOLOGIA, EDUCAÇÃO, SOCIOLOGIA E FENÔMENOS SOCIAIS (I)
  • Ciências Sociais (I01)
  • Criminologia (I01.198)
  • Crime (I01.198.240)
  • Violência (I01.198.240.856)
  • ANTROPOLOGIA, EDUCAÇÃO, SOCIOLOGIA E FENÔMENOS SOCIAIS (I)
  • Ciências Sociais (I01)
  • Sociologia (I01.880)
  • Problemas Sociais (I01.880.735)
  • Violência (I01.880.735.900)
  • SAÚDE PÚBLICA (SP)
  • Atenção à Saúde (SP2)
  • Saúde de Grupos Específicos (SP2.006)
  • Saúde da Família (SP2.006.052)