FICHA TÉCNICA DO RECURSO

A IMPORTÂNCIA DA FAMÍLIA NO TRATAMENTO DA PESSOA PORTADORA DE TRANSTORNO MENTAL USUÁRIA DO CENTRO DE ATENÇÃO PSICOSSOCIAL – CAPS I
Na Atenção Básica, há oferta de ações e serviços de saúde de forma individual e coletiva com promoção da saúde e proteção de agravos, recuperação e reabilitação à saúde de forma integral, sendo de fundamental importância identificar os fatores condicionantes e determinantes de saúde das coletividades. A convivência com uma pessoa com transtorno mental gera conflitos na família trazendo mais sofrimento psíquico, o que acaba por dificultar as relações e, consequentemente, o processo de tratamento e reabilitação. As intervenções serão realizadas mediante o acompanhamento contínuo das ações planejadas e dos resultados alcançados ao longo do tempo, através dos indicadores quantitativos, quantidade de usuários e familiares e as ações desenvolvidas através dos atendimentos realizados na instituição mensalmente, semanalmente e diariamente pelos profissionais da equipe multidisciplinar. Diante do que foi exposto, faz-se necessário enfatizar a importância conferida às relações familiares no tratamento e inclusão social do paciente com transtorno mental. Os usuários e a família devem serem vistos e atendidos de forma integral, através de projetos e serviços psicossociais que promovam estratégias de enfrentamento da situação, proporcionando uma melhor qualidade de vida de ambas as partes, família e paciente com transtorno mental.
https://ares.unasus.gov.br/acervo/handle/ARES/14738
15/Feb/2020
  • Saúde Mental
  • Família