FICHA TÉCNICA DO RECURSO

ABORDAGEM NÃO MEDICAMENTOSA NA SAÚDE MENTAL E DIMINUIÇÃO DO USO INDISCRIMINADO DE PSICOFÁRMACOS NA ATENÇÃO PRIMÁRIA
Os transtornos mentais já apresentam quatro das dez principais causas de incapacidade em todo o mundo. Diante da alta prevalência de transtornos mentais na atenção primária e o impacto considerável na vida dos indivíduos afetados, torna-se necessária a implementação de políticas públicas na área. A utilização de psicofármacos tem crescido nas últimas décadas em vários países ocidentais e, até mesmo, em alguns países orientais. É crescente a preocupação quanto ao uso abusivo desses medicamentos devido aos riscos de dependência e de efeitos colaterais dos mesmos. Este trabalho propõe um projeto de intervenção não medicamentoso para melhoria da saúde mental e diminuição do uso abusivo de psicofármacos na unidade de saúde Cidade Nova/Lila do município de Campo Maior-PI. Existem várias formas de proporcionar melhora da saúde mental sem tratamento medicamentoso, por isso essa proposta se torna relevante, além de ter grande aplicabilidade.
https://ares.unasus.gov.br/acervo/handle/ARES/20451
26/Jan/2021

  • PSIQUIATRIA E PSICOLOGIA (F)
  • Fenômenos Psicológicos (F02)
  • ASSISTÊNCIA À SAÚDE (N)
  • Características da População (N01)
  • Saúde (N01.400)
  • SAÚDE PÚBLICA (SP)
  • Atenção à Saúde (SP2)
  • Saúde de Grupos Específicos (SP2.006)

  • ANTROPOLOGIA, EDUCAÇÃO, SOCIOLOGIA E FENÔMENOS SOCIAIS (I)
  • Ciências Sociais (I01)
  • CIÊNCIAS HUMANAS (K)
  • Ciências Humanas (K01)
  • Filosofia (K01.752)
  • Vida (K01.752.400)
  • ASSISTÊNCIA À SAÚDE (N)
  • Meio Ambiente e Saúde Pública (N06)
  • Saúde Pública (N06.850)
  • Medidas em Epidemiologia (N06.850.505)
  • Demografia (N06.850.505.400)
  • Nível de Saúde (N06.850.505.400.425)
  • SAÚDE PÚBLICA (SP)
  • Saúde Ambiental (SP4)
  • Qualidade Ambiental (SP4.077)