FICHA TÉCNICA DO RECURSO

INTERVENÇÃO PARA ADESÃO AO TRATAMENTO FARMACOLÓGICO E NÃO FARMACOLÓGICO A HIPERTENSOS ATENDIDOS EM UMA UBS NO MUNICÍPIO DE BURITICUPU DO MARANHÃO
A hipertensão Arterial Sistêmica (HAS), é considerada um problema de saúde pública, de causa multifatorial, na maioria das vezes assintomática ou com sintomas leves, o que dificulta seu diagnóstico precoce e tratamento oportuno, aumentando o número de vítimas pelo inadequado controle. Na UBS São Francisco, identificou-se que a maioria dos pacientes hipertensos não aderiam ao tratamento anti-hipertensivo. A ideia é melhorar o tratamento farmacológico e não farmacológico e elaborando uma intervenção no intuito de contribuir na resolução do problema dos hipertensos atendidos na UBS. Após isso, realizou-se a revisão na literatura sobre o tema em diversas fontes de informações (internet, site do Ministério da Saúde, artigos científicos da Biblioteca Virtual em Saúde – BVS, e Scielo, livro e revista da Sociedade Brasileira de Cardiologia – SBC). O projeto contribui no fortalecimento do vínculo da equipe com os hipertensos, estimulando-os junto a seus familiares/cuidadores, a participação ativa no cuidado da sua saúde, melhorando sua adesão ao tratamento farmacológico e não farmacológico, reduzindo os fatores de riscos modificáveis, realizando Mudança de Estilo de Vida (MEV), adotando uma alimentação saudável, praticando atividade física de forma regular, mantendo peso e os níveis pressóricos dentro das metas estabelecidas diminuindo o Risco Cardiovascular (RCV).
https://ares.unasus.gov.br/acervo/handle/ARES/23918
14/Jul/2021


  • DOENÇAS (C)
  • Doenças Cardiovasculares (C14)
  • Doenças Vasculares (C14.907)