FICHA TÉCNICA DO RECURSO

O USO DE CAIXAS DE MEDICAMENTOS PARA MELHORIA DA ADESÃO MEDICAMENTOSA DE PACIENTES IDOSOS HIPERTENSOS E DIABÉTICOS ANALFABETOS NA COMUNIDADE DO LOTEAMENTO PALMAR
INTRODUÇÃO: Desde a década de 90 com a criação do Programa de Saúde da Família (PSF), as comunidades carentes puderam contar com um modelo de atenção à saúde voltado para promoção e prevenção, tendo os Agentes Comunitários de Saúde (ACS) como elos entre a equipe e a população. Através das visitas domiciliares, os ACSs podem identificar problemas comuns a determinados grupos e planejar, em equipe, intervenções que possam favorecer o maior número de usuários dispostos a aceitar as orientações feitas por esta. Pela vulnerabilidade, os idosos tendem a apresentar maiores dificuldades na manutenção de sua autonomia, que pode estar relacionada a fatores sociais, como o analfabetismo; ao déficit cognitivo, como as demências; ou relacionada à situação de multimorbidades, onde a hipertensão arterial sistêmica (HAS) e a diabetes mellitus (DM) afetam a maioria destes e podem causar muitos problemas relacionados ao uso correto e adesão medicamentosa dos fármacos utilizados nos tratamentos. OBJETIVO: Apresentar um plano de intervenção para melhorar a adesão de tratamento medicamentoso de idosos hipertensos e diabéticos analfabetos, da comunidade do Loteamento Palmar com orientação de uso de caixas de medicamentos com símbolos indicativos de horários. METODOLOGIA: Trata-se de um projeto de intervenção, baseado no Planejamento Estratégico Situacional (PES) e elaborado a partir (...)
https://ares.unasus.gov.br/acervo/handle/ARES/24051
29/Jul/2021

  • SAÚDE PÚBLICA (SP)
  • Atenção à Saúde (SP2)
  • Saúde de Grupos Específicos (SP2.006)

  • ASSISTÊNCIA À SAÚDE (N)
  • Características da População (N01)
  • Saúde (N01.400)
  • SAÚDE PÚBLICA (SP)
  • Atenção à Saúde (SP2)
  • Saúde de Grupos Específicos (SP2.006)