FICHA TÉCNICA DO RECURSO

Responsabilização dos pacientes com hipertensão e diabetes sobre o próprio estado de saúde em um Equipe de Saúde da Família no município de Marechal Deodoro - Alagoas
A hipertensão arterial sistêmica e o diabetes mellitus constituem-se morbidades crônicas, que, embora, na maioria das vezes, sejam assintomáticas, podem evoluir com complicações e sequelas para o indivíduo. Tais situações podem levar à mortalidade ou mesmo afetar a qualidade de vida do paciente e de seus familiares, além de aumentar os gastos com a saúde, comprometendo a fonte de renda. A falta de responsabilização dos pacientes sobre o próprio estado de saúde é uma adversidade de grande relevância na área de abrangência da Equipe de Saúde Rua da Estiva no município de Marechal Deodoro. Portanto o objetivo deste estudo foi elaborar um projeto de intervenção com vistas a aumentar a responsabilização dos pacientes hipertensos e diabéticos no enfrentamento dos próprios problemas de saúde. A partir do diagnóstico situacional de saúde e de revisão bibliográfica sobre o tema, elaborou-se o projeto de intervenção baseando-se no método do Planejamento Estratégico Situacional. Trata-se de uma intervenção em que toda a equipe terá participação no acolhimento do indivíduo na unidade de saúde, nos atendimentos ambulatoriais, em grupos de atenção e nas visitas domiciliares. A elaboração do projeto possibilitou à equipe um maior despertar para importância do papel da Estratégia de Saúde da Família. Espera-se que a implementação das ações possibilite uma comunidade mais participativa, com melhor qualidade de vida e menores níveis de morbimortalidade.
https://ares.unasus.gov.br/acervo/handle/ARES/5983
10/Oct/2016

  • DOENÇAS (C)
  • Doenças Cardiovasculares (C14)
  • Doenças Vasculares (C14.907)

  • DOENÇAS (C)
  • Doenças Nutricionais e Metabólicas (C18)
  • Doenças Metabólicas (C18.452)
  • Transtornos do Metabolismo de Glucose (C18.452.394)
  • DOENÇAS (C)
  • Doenças do Sistema Endócrino (C19)